10% de desconto

O Ódio que Semeias

de Angie Thomas; Tradução: Rita Figueiredo

Livro eBook
editor: Editorial Presença, setembro de 2017
Starr tem 16 anos e move-se entre dois mundos: o seu bairro periférico e problemático, habitado por negros como ela, e a escola que frequenta numa elegante zona residencial de brancos.
O frágil equilíbrio entre estas duas realidades é quebrado quando Starr se torna a única testemunha do disparo fatal de um polícia contra Khalil, o seu melhor amigo.
A partir daí, pairam sobre Starr ameaças de morte: tudo o que ela disser acerca do crime que presenciou pode ser usado a seu favor por uns, mas sobretudo como arma por outros.
Um poderoso romance juvenil, inspirado pelo movimento Black Lives Matter e pela luta contra a discriminação e a violência.

«Um romance brilhante, impressionante e implacável que ficará para a história como um clássico moderno.»
John Green, autor de A Culpa É das Estrelas

«Esta história é necessária. Esta história é importante.»
Kirkus Reviews

«Comovente.»
Publishers Weekly

«Maravilhosamente escrito na voz da adolescente Starr Carter, um livro incontestavelmente importante que conquista qualquer leitor.»
Booklist

O Ódio que Semeias

de Angie Thomas; Tradução: Rita Figueiredo

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722360920
Editor: Editorial Presença
Data de Lançamento: setembro de 2017
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 229 x 21 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 352
Tipo de produto: Livro
Coleção: Jovem Adulto
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance Livros em Português > Infantis e Juvenis > Literatura Juvenil Livros em Português > Literatura > Jovem Adulto
EAN: 9789722360920
e e e e E

Necessário!

Mariana Madureira

É na minha opinião um livro poderoso que nos ajuda a compreender o que é viver na pele da Starr (talvez compreender não seja a palavra certa porque só quem o vive é que entende, mas, acredito que nos faz ter uma maior consciência e sobretudo ficarmos mais sensibilizados a este tema). Até porque (no meu caso) foi uma forma de conhecer uma realidade que tantos, como eu, não conhecem, mas, também pode muito bem ser um espelho de emoções que muitos dos que as vivem e sentem. Neste livro temos a oportunidade de ter todo um contexto e um exemplo do que é realmente viver isso na primeira pessoa. É uma história inspirada pelo movimento Black Lives Matter e pela luta contra a discriminação e a violência e que deve ser lido por todos!

e e e e E

OBRIGATÓRIO

Sara M.

Se tivesse de resumir este livro em uma palavra diria que ele é obrigatório. Considero mesmo que devia ser uma leitura obrigatória para jovens/jovens adultos, especialmente depois dos acontecimentos que todos vivenciámos no ano passado com George Floyd – que, infelizmente, é apenas um entre muitos casos de racismo e abuso de poder por parte de agentes de autoridade. Este é um livro inspirado pelo movimento “Black Lives Matter” e pela luta contra a discriminação e a violência, que nos conta a história de Starr, uma rapariga de 16 anos que testemunha a morte do seu melhor amigo Khalil. É um livro pesado, para ler e refletir, e creio que é impossível ficar indiferente a esta história. Recomendo muito a leitura deste livro, independentemente da faixa etária em que se encontrem.

e e e e E

Comovente

Sara Marques

Que leitura espectacular! Uma história comovente, que me abriu os olhos para uma realidade dura. Num estilo simples e juvenil, a autora dá-nos a conhecer algo que é uma constante nos EUA (e infelizmente, até no nosso país acontece): o racismo, discriminação, violência, e a brutalidade policial. A jovem Starr é testemunha ocular da morte do seu amigo Khalil às mãos de um polícia. A partir daí, ela tem de lidar com o sentimento da perda, ao mesmo tempo que toma uma posição contra as injustiças às quais a raça negra está sujeita. É uma história intensa que mexeu comigo, senti-me revoltada com tanta injustiça, e reconheci que por vezes posso ser preconceituosa sem me aperceber. Na minha opinião, este é um livro de leitura obrigatória. Todos nós temos muito a aprender.

e e e e e

Recomendo a todos!

Ana Cláudia Dâmaso

Este é dos tipos de livros actuais que TODA A GENTE devia ler e ter em casa, não só pela bonita capa, mas também pelo assunto delicado e premente que continua a acontecer em todos os cantos do mundo. Ao longo da leitura não podemos negar e dizer: "Ah, mas isto só acontece nos EUA" porque sabemos que isso não é verdade. A autora expõe os factos da forma mais realista possível, sendo muito minuciosa nos pormenores e emoções, fazendo pessoas como eu sentirem-se realmente como o Chris - o namorado da Starr, a personagem principal. Adorei a história, embora já todos saibamos como se desenrola o final. Infelizmente a sociedade faz-nos pensar desta forma, contudo sinto que essa foi claramente o objectivo da autora: levar-nos pelo desenvolvimento do livro, cativar-nos com personagens que poderiam realmente existir, emocionar-nos com a sua luta, persistência e dor, para depois acabar da forma já esperada. Faz-nos amar o que "está no meio" tal como devíamos amar a nossa vida: não amem o início, nem o fim, e já perceberam onde quero chegar. Recomendo esta obra sem qualquer sombra de dúvida, que é destinada a todas as idades, sexos, religiões, ideais e cores de pele.

e e e e e

Uma ótima leitura!!

Ana

Um livro incrível que nos faz pensar sobre o mundo em que vivemos. Eu nem sei explicar como me senti ao longo daquela leitura tão simples e tão intensa. Atualmente vivemos num mundo em que se resumo a ideais, cada um pensa de uma forma e acredita ser sempre a correta. O que está completamente errado. Neste livro nós podemos ver alguns desses ideais como as "raças". Raças... Como sequer essa palavra ainda é usada em relação a humanos? Nós não somos todos de carne e osso, não temos todos a mesma constituição por base? Somos iguais, não importa o nosso exterior ser diferente. E eu adorei ler sobre isso, sobre a desigualdade que ainda se mantém em pleno século XXI. Infelizmente, no final do livro não aconteceu nada a certa pessoa que, quem já leu sabe. Mas isso só torna a história ainda mais realista, porque no mundo real aconteceria o mesmo. Aliás já não aconteceu? Bem, se decidirem ler algo mais real, fugir um pouco à rotina, dêem uma oportunidade a este livro, ele é incrível e dá muito que falar.

e e e e e

Emocionante

Patrícia

Esta é a palavra que melhor descreve este livro. Ninguém depois de o ler fica indiferente a esta realidade. Muito melhor que o filme.

e e e e e

Fantástico

Bmas4

Um livro fantástico que dá a conhecer o movimento black lives matter assim como black phanters party e outros, mostra nua e cruamente as desigualdades raciais não só nos EUA como no mundo

e e e e E

Incrível, poderoso e emocionante

Andreia Lopes

O Ódio que Semeias conta a jornada de uma jovem negra de dezasseis anos (Starr) que mora numa comunidade predominantemente negra num bairro governado por um gangue local, e frequenta uma escola particular branca de elite do outro lado da cidade. Em casa, Starr pode ser ela mesma, mas na escola, ela faz tudo o que está ao seu alcance para evitar ser rotulada como a "rapariga negra do gueto”. O frágil equilíbrio entre esses dois mundos é quebrado quando Starr é testemunha do assassínio da sua amiga de infância por um polícia branco. Um livro incrível, poderoso e emocionante sobre a luta de uma menina pela justiça e que nos faz vestir a pele dos personagens.

e e e e e

5*

M. A.

Avaliando o livro no seu estilo, ya, adorei! Poderoso e sentimental acerca de um tema infelizmente ainda actual. Recomendo

e e e e e

FANTÁSTICO

Cláudia M.

Um dos melhores livros que li nos últimos tempos, com uma mensagem muito forte sobre a descriminação. Recomendo a leitura!

e e e e e

thug

Raquel

um livro que transforma a nossa mentalidade em relação à descriminação. Simplesmente apaixonante.

e e e e E

Dualidade

Marisa Taveira

Em todo o livro vivemos a dualidade de sentimentos de Starr nos seus 2 mundos, que acredita serem diferentes e quando tudo desaba, deixa cair a máscara e, apesar da dor, percebe que consegue ser ela própria, e ser feliz, junto de todos aqueles que ama. Li em 2 dias, leitura leve mas cheia de sentimento e realismo. A dura realidade aqui tão perto.

e e e e E

O ódio que semeias nas crianças, Lixa-nos a todos

Susana Pacheco

Enquanto temos alguns livros Young Adult, mais soft, por assim dizer...Abordando as temáticas tradicionais das "dores de crescimento" dos adolescentes e jovens, este é, sem sombra de dúvidas, um livro com um poder de mudança. Um poder de nos relembrar que todos temos preconceitos e somos levados a desacreditar pessoas totalmente inocentes, quando os media ou influenciadores de opinião pública assim nos tentam dirigir. Neste livro, ouvimos a voz de Starr, uma menina negra de 16 anos. Apenas 16 anos e já perdeu dois dos seus melhores amigos. O desenrolar da história é uma tentativa muito bem conseguida de dar uma voz corajosa (ainda que com os seus medos) e nova à comunidade afro-americana, tantas vezes alvo de violência extrema por antecedentes de tantos bairros e "gangues" por si só corrompidos e, simultaneamente, único reduto para tantas pessoas que lá habitam. Vale a pena ler e mostrar os jovens, para que também eles sejam "rosas que crescem no cimento." Que se lute sempre pela Liberdade de expressão, pela igualdade de oportunidades e pela não segregação racial ou outro qualquer tipo de racismo ainda tão intrincado nesta sociedade que se diz "moderna". Bravo Angie Thomas. Recomendo!

e e e e E

Marcante

Rita Pinto

A abordagem deste livro é simplesmente fantástica. Fala-nos de temas que raramente presenciámos em livros infanto-juvenis e deixa uma mensagem muito forte sobre como devemos enfrentar injustiças. O silêncio nunca será uma opção nesta história... que sejamos todos uma Star.

Angie Thomas

Angie Thomas nasceu, cresceu e reside em Jackson, Mississippi.
É Bachelor of Fine Arts em Escrita Criativa pela Belhaven University.
O Ódio Que Semeias é o seu romance de estreia, que ocupou o primeiro lugar na lista de bestsellers do New York Times durante várias semanas.
Uma obra notável com direitos de tradução vendidos para mais de 20 países, tendo os direitos cinematográficos já sido adquiridos pela Fox 2000.

(ver mais)
Culpa Nossa

Culpa Nossa

10%
Editorial Presença
18,81€ 20,90€
portes grátis
Culpa Minha

Culpa Minha

10%
Editorial Presença
18,81€ 20,90€
portes grátis
Blackout

Blackout

10%
Editorial Presença
14,31€ 15,90€
Concrete Rose

Concrete Rose

10%
WALKER BOOKS LTD
10,29€ 10% CARTÃO
A Lógica Inexplicável da Minha Vida

A Lógica Inexplicável da Minha Vida

10%
TopSeller
18,79€ 10% CARTÃO
portes grátis
Tudo, Tudo... e Nós

Tudo, Tudo... e Nós

10%
Editorial Presença
16,90€ 10% CARTÃO
portes grátis