O Livreiro de Cabul

de Asne Seierstad

editor: Editorial Presença, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
"O Livreiro de Cabul" é uma espécie de "ficção real", que resultou da estadia da jornalista norueguesa, Asne Seierstad, em Cabul, depois de cobrir a ofensiva da Aliança do Norte contra os taliban. Acolhida vários meses pela família de um livreiro afegão, Seierstad escreve um livro onde relata o quotidiano, as relações, as tradições de uma família da classe média na capital afegã. Apesar de uma aparência de abertura e do elevado nível cultural, Sultan Kahn (o nome ficcionado do livreiro) relaciona-se com a sua família e os demais da forma mais tradicional (não deixando os filhos estudar, reagindo mal à ideia de a criança que estava para nascer, da sua segunda mulher, pudesse de novo vir a ser uma menina, etc.). O verdadeiro livreiro insurgiu-se contra a publicação, procurando por todos os meios impedi-la, acusando Seierstad de má-fé para com ele, que a recebera de forma hospitaleira, mas o livro já foi traduzido e publicado em mais de vinte países.
Como dizia Einstein, é mais fácil desintegrar o átomo do que mudar as mentalidades.

"É o retrato de um Afeganistão que apesar de conhecer mais liberdade [...] continua extremamente conservador, um país em que uma rapariga é morta pelos dois irmãos, a mando da mãe, por ter sido infiel ao marido.
" [...] Numa família culta e liberal as tradições continuam tão enraizadas que ninguém pode fazer nada."
Maria João Guimarães, Público, Mil Folhas, 17/1/04

O Livreiro de Cabul

de Asne Seierstad

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722331180
Editor: Editorial Presença
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 148 x 228 x 15 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 248
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722331180
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

a ler

SP Sebastião

uma leitura acessível sobre uma cultura praticamente impenetrável a olhos ocidentais. para ler sem preconceitos, para evitar a revolta perante a crueza e a diferença.

e e e e E

Retrato

Ana Marques

Este livro, é mais um bom motivo de leitura, um romance de uma leitura muito acessível, e onde é descrito ao leitor um pouco da cultura afegã, onde a hierarquia familiar a responsabilidade na religião, são as regras. Não importa se são defendidos direitos humanos ou não, o respeito pela cultura e religião é superior a tudo. Aconselho a leitura

e e e e E

Muito Bom

Hélder Lopes

Aqui está um bom livro para nos dar a conhecer, de uma forma fácil, e muitas vezes na primeira pessoa, a cultura afegã. Mostra-nos a maneira como pensam sobre os mais diversos assuntos, desde o casamento afegão, a hierarquia famliliar e muitos outros problemas com que se deparam no dia-a-dia.

Asne Seierstad

Licenciada em russo e história da filosofia na Universidade de Oslo, foi correspondente para jornais noruegueses na Rússia, em 1997 e na China em 1998-1999. Repórter de televisão e rádio cobriu a guerra do Kosovo, Tchétchénia, Afeganistão e Iraque. Fala inglês, alemão, espanhol, francês, russo e servo-croata.

(ver mais)
Librero De Kabul

Librero De Kabul

10%
EMBOLSILLO
10,20€ 10% CARTÃO
imagem não disponível
Uno De Los Nuestros

Uno De Los Nuestros

10%
Ediciones Península
19,18€ 21,31€
portes grátis
Maldito Seja Dostoiévski

Maldito Seja Dostoiévski

10%
Teodolito
14,00€ 10% CARTÃO
O Livreiro

O Livreiro

10%
Clube do Autor
17,50€ 10% CARTÃO
portes grátis