20% de desconto

O Fadário das Mulheres Insolentes

de Afonso Valente Batista

editor: Parsifal PT
Um romance intenso e perturbador sobre a violência silenciosa que se abate sobre as mulheres
Num lugar esquecido do mundo, Leocádia e Leonilde têm a ousadia de enfrentar a brutalidade, a malvadez e a desumanidade dos maridos; Leôncia combate, corajosa, a prepotência fidalga do barão, senhor de todos os teres e haveres e entusiasta de conhaque francês e da ordem do Estado Novo. Local onde vive também um bêbado que não se cala perante a sobranceria e as bordoadas de um cabo da guarda, executadas a preceito e por ordem dos que mandam; e um capelão usurário, o padre Bento, de confortável braço dado com o poder, que ameaça as beatas e respectivos maridos com a impiedade do inferno se não acatarem a palavra da Santa Madre Igreja. Estas são algumas das personagens que a seu tempo não deixarão de chegar e de surpreender o leitor, dando convergência narrativa a diferentes histórias de mulheres que ousam enfrentar a hipocrisia de uma época que continua a permitir a miséria, o abuso e o absurdo da violência doméstica e do feminicídio. Dotado de uma invulgar riqueza vocabular, O Fadário das Mulheres Insolentes é um livro profundo, intenso e perturbador, que não deixa de confrontar o leitor com o outro lado da vida - aquele que ele não deseja ver.

O Fadário das Mulheres Insolentes

de Afonso Valente Batista

ISBN: 9789898760708
Editor: Parsifal PT
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 208
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789898760708
e e e e e

Desconcertante

Ana Tremoço

O autor aborda a temática da violência doméstica enquadrando-a numa época histórica que foi o Estado Novo e o governo de António de Oliveira Salazar. Leitura ao mesmo tempo dura, crua mas com apontamentos de humor( negro, diga-se em abono da verdade) que fizeram-me dar algumas gargalhadas. Acho que nunca li até hoje um livro que me tenha suscitado tantas sensações ao mesmo tempo. A personagem da "Puta Velha" e a influência que ela tem, mesmo depois de morta, na "potente" imaginação do povo, é absolutamente extraórdinária. É no fundo também uma obra que reflete, critica, aponta o dedo a um regime político que não tinha outro objectivo senão manter a ignorância, fazer com que as pessoas aceitassem a vida de miséria em que viviam pois, no fundo, era o desígnio que Deus. É um leitura que recomendo vivamente.

e e e e E

Violência Silenciosa

António Luís Cordeiro

Histórias que a hipocrisia continua a permitir. Em todos os lugares existem "lugares esquecidos do mundo". Onde nem todas têm a coragem de enfrentar a brutalidade.Um grito, um alerta para um lado da vida quem "não se deseja ver". Hoje também com outra roupagens, mas real.

e e e e E

Fenomenal

J.S

Este livro é corrosivo, vitriólico. Eu, que nunca tinha lido nada da obra do autor, fiquei rendido. Vou ficar à espera dos próximos romances.

Afonso Valente Batista

Nasceu em 1946, em Moura. Colaborou em vários jornais e revistas e fez crítica de cinema, tendo depois optado por uma vida profissional ligada à gestão num grande grupo empresarial.
Em 2011, edita Descubra o Líder que Há em Si, a que se seguiram, na ficção, entre várias outras obras, A Voz das Pedras, O Muro ou O Fadário das Mulheres Insolentes. Participou ainda em diversas antologias de contos, em Portugal e no estrangeiro.

(ver mais)
20%
Parsifal PT
12,00€ 15,00€
portes grátis
20%
Parsifal PT
12,00€ 15,00€
portes grátis
20%
Cordel D' Prata
12,80€ 16,00€
portes grátis
20%
Emporium Editora
11,20€ 14,00€
portes grátis