O Economista Acidental

Como salvar a carteira sem perder a vida

de Miguel Szymanski

editor: Arcádia
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Somos todos economistas acidentais: Hoje toda a gente negoceia empréstimos, transfere dívidas de um banco para o outro, tem vários cartões de débito e de crédito, compra carros e vende casas. Não somos engenheiros acidentais, nem médicos acidentais, não fazemos cálculos de estática nem operações ao apêndice. Mas fazemos operações bancárias e em bolsa. Se há trinta anos fosse ao seu banco pedir um crédito para ir de férias ou para lhe anteciparem o pagamento do seu ordenado, o mais certo era pensarem que estava a precisar de apoio psiquiátrico. Hoje, mulheres e homens de todas as idades têm que ser economistas acidentais, que queiram, quer não. Talvez por isso seja tão frequente acontecerem...acidentes. Para os evitar e ajudar a ver melhor os riscos e obstáculos na perigosa estrada das decisões económicas, e a pedido de muitos leitores, chega agora a oportunidade de ler, em livro, as crónicas do Economista Acidental publicadas mensalmente na revista GQ.

O Economista Acidental

Como salvar a carteira sem perder a vida

de Miguel Szymanski

ISBN: 9789892800240
Editor: Arcádia
Idioma: Português
Dimensões: 136 x 195 x 7 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 136
Tipo de produto: Livro
Coleção: Arcádia Não-Ficção
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Crónicas
EAN: 9789892800240
Miguel Szymanski

Miguel Szymanski nasceu em Faro, em 1966. Escritor, jornalista e analista político, trabalha na Alemanha e em Portugal, é comentador da RTP e participa há cinco anos no programa semanal Mundo Sem Muros da RTP Internacional.
Começou a trabalhar no Goethe-Institut no início dos anos 90 e iniciou-se no jornalismo na imprensa económica. Em Portugal trabalhou para a Grande Reportagem, O Independente e Expresso. Foi editor na revista GQ e cronista do Diário de Notícias. Durante a crise regressou à Alemanha e publicou durante três anos as suas crónicas Zuhause bei Fremden (Em Casa com Estranhos) no jornal diário TAZ e foi redator da revista Öko-Test em Frankfurt.
É hoje correspondente em Lisboa do semanário Der Freitag, do canal alemão Welt e da emissora austríaca ORF. Trabalha ainda como autor do canal franco-alemão ARTE e, desde 2015, como cronista do jornal Portugal Post.
Publicou o seu primeiro livro, O Economista Acidental, em 2010. Na Alemanha escreveu Ende der Fiesta (Fim de Festa), em 2014. De volta a Portugal publicou Ouro, Prata e Silva, em 2019 (com edição francesa em 2022), O Grande Pagode, em 2020, e reuniu algumas das crónicas escritas nos últimos dez anos em A Casa da Mulher Ingrata e outras crónicas, em 2021.
O Homem Mais Feliz de África é o seu primeiro romance com chancela Bertrand Editora.

(ver mais)
Bertrand Editora
16,92€ 18,80€
portes grátis
Suma de Letras
16,50€ 10% CARTÃO
portes grátis