10% de desconto

Nova Síntese, 11 - Textos e Contextos do Neo-Realismo

Mário Dionísio: Como uma pedra no silêncio - Comunicações do congresso internacional (2016)

de Vítor Viçoso

editor: Edições Colibri, junho de 2018
Tendo como objectivo principal promover um debate tão alargado quanto possível em torno das diversas manifestações e vertentes da actividade de Mário Dionísio, o Congresso Internacional Mário Dionísio - no Centenário do Seu Nascimento constituiu uma excelente oportunidade para trazer um novo impulso à reflexão sobre a vida e obra desta figura ímpar no panorama cultural português. Os textos que integram este volume centram-se assim no estudo da sua intervenção enquanto poeta e ficcionista, pintor, crítico literário e crítico de arte, professor e pedagogo, cidadão. Muito dificilmente se conseguiria arrumá-los em blocos tão distintos, tratando-se de um autor que confessa na sua Autobiografia ser «um homem dividido, apesar duma unidade subjacente, inalterada, inalterável […] incapaz de optar entre tantas solicitações (e emboscadas…) iguais na exigência». Um homem que proclama: «Se escrevo poesia […] é só poesia que escrevivo». Como havia de ser de outra maneira? Idem com a ficção. Idem com a pintura.
(…) Eduardo Lourenço, em Evocação truncada de Mário Dionísio, centra a sua reflexão no Neo-Realismo enquanto voz colectiva, ironicamente constatando que «nisto, ao menos […] cumpriu o seu programa de subsumir simbolicamente o individual sob o comum» para, depois de analisar o contributo individual de vários autores como Namora, ou Manuel da Fonseca, convocar Mário Dionísio. Embora o considere «o mais decidido apologeta e exegeta da "atitude" neo-realista (na ordem geral e na estética)», distingue-o da «geral família poética neo-realista», pela sua «vontade de anonimato», por uma espécie de «ironia triste», por uma poesia onde não se encontra a habitual «imagística ou mitológica intenção», mas onde vislumbra «uma veemência contida como apagada à força, esfriada e às vezes fria, rescaldo de um fogo ou de um discurso (…)
[Paula Mendes Coelho, apresentação]

Nova Síntese, 11 - Textos e Contextos do Neo-Realismo

Mário Dionísio: Como uma pedra no silêncio - Comunicações do congresso internacional (2016)

de Vítor Viçoso

Propriedade Descrição
ISBN: 9910000074837
Editor: Edições Colibri
Data de Lançamento: junho de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 166 x 231 x 28 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 518
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9910000074837
Vítor Viçoso

Vítor Viçoso é professor aposentado da Faculdade de Letras de Lisboa, onde se doutorou em Literatura Portuguesa (1989). Publicou diversos ensaios em revistas e volumes coletivos, com particular incidência em temas e autores do Romantismo, do Decadentismo-Simbolismo e do Neo-Realismo. De destacar o livro A Máscara e o Sonho – Vozes, Imagens e Símbolos na Ficção de Raul Brandão (2021; 2.ª ed. revista e aumentada) e A Narrativa no Movimento Neo-Realista – As vozes Sociais e os Universos da Ficção (2011).

(ver mais)
A Narrativa no Movimento Neo-Realista

A Narrativa no Movimento Neo-Realista

10%
Edições Colibri
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Carlos de Oliveira

Carlos de Oliveira

10%
Edições Colibri
13,50€ 15,00€
Nova Síntese - Cultura Científica e Neo-Realismo

Nova Síntese - Cultura Científica e Neo-Realismo

10%
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Nova Síntese, 14

Nova Síntese, 14

10%
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis