Nova Síntese, 10 - Textos e Contextos do Neo-Realismo

Neo-Realismo e Artes Visuais (2015)

de Vítor Viçoso

editor: Edições Colibri, janeiro de 2017
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
O presente número da revista Nova Síntese é dedicado às relações do neorrealismo com as artes visuais. O tema impõe-se, desde logo, pela natureza específica de uma ligação profícua e complexa (contrariando assim algumas ideias comuns que proliferam ainda na história da arte do nosso país) e que motivou o empenho de muitos dos melhores artistas da terceira geração modernista portuguesa, com expressão desde meados dos anos 40 até ao final da década seguinte. Apesar de a produção de obras de arte inspiradas por alguns princípios estéticos e éticos identificados com o movimento neorrealista ter dominado sobretudo a arte moderna portuguesa no período do imediato pós-guerra, uma poética sensível aos temas sociais, com sentido mais ou menos crítico e reivindicativo, fez o seu caminho ao longo dos anos 50 até se associar, lentamente, a uma opção mais individual de observação e prática em torno de uma nova figuração inspirada já por outras coordenadas, como podemos ler na interpretação proposta por Fernando Rosa Dias, no primeiro e mais extenso ensaio desta edição.

Diríamos que, durante pouco mais de quinze anos, o neorrealismo esteve presente no percurso, no imaginário e nos desenvolvimentos da arte portuguesa de um modo que merece não apenas ser reconhecido como reinterpretado, sob a ótica de novas linhas de investigação que contribuam finalmente para desfazer mitos e ideias pouco produtivas sobre a sua importância no panorama artístico do século XX português. Essa mesma ideia havia já presidido ao conjunto de ensaios sobre artes plásticas, fotografia e cinema que fora publicado pelo Museu do Neo-Realismo em 2007, aquando da apresentação do livro-catálogo da exposição permanente do museu vila-franquense, intitulada Batalha pelo Conteúdo - Movimento Neo-Realista Português.

Passada uma década sobre esse primeiro balanço, julgámos ser oportuno lançar de novo o desafio a alguns investigadores portugueses para sobre esta matéria se pronunciarem ou promoverem a publicação de alguns contributos entretanto confirmados. Nessa medida, este número da Nova Síntese apresenta nove ensaios que investem noutras leituras sobre alguns aspetos artísticos centrados ou tangenciais ao neorrealismo e que, estamos certos, contribuirão de modo decisivo e influente para uma nova luz sobre o tema. (…)
[Da Apresentação, David Santos]

Nova Síntese, 10 - Textos e Contextos do Neo-Realismo

Neo-Realismo e Artes Visuais (2015)

de Vítor Viçoso

Propriedade Descrição
ISBN: 0000014884559
Editor: Edições Colibri
Data de Lançamento: janeiro de 2017
Idioma: Português
Dimensões: 165 x 233 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 248
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Revistas de Arte
EAN: 0000014884559
Vítor Viçoso

Vítor Viçoso é professor aposentado da Faculdade de Letras de Lisboa, onde se doutorou em Literatura Portuguesa (1989). Publicou diversos ensaios em revistas e volumes coletivos, com particular incidência em temas e autores do Romantismo, do Decadentismo-Simbolismo e do Neo-Realismo. De destacar o livro A Máscara e o Sonho – Vozes, Imagens e Símbolos na Ficção de Raul Brandão (2021; 2.ª ed. revista e aumentada) e A Narrativa no Movimento Neo-Realista – As vozes Sociais e os Universos da Ficção (2011).

(ver mais)
Carlos de Oliveira

Carlos de Oliveira

10%
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
A Máscara e o Sonho

A Máscara e o Sonho

10%
Edições Cosmos
20,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Rajada (Revista de Crítica, Arte e Letras)

A Rajada (Revista de Crítica, Arte e Letras)

10%
Edições Minerva Coimbra
35,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Obra Nasce Nº 6

A Obra Nasce Nº 6

10%
Edições Univ. Fernando Pessoa
7,50€ 10% CARTÃO