Nas Trincheiras da Flandres

Invasão e Resistência 1810-1811

de Maria Lúcia de Brito Moura

editor: Edições Colibri
VENDA O SEU LIVRO i
O presente estudo incide sobre a questão da assistência religiosa em campanha durante a Primeira Guerra Mundial, quando os governos da novel República defendiam que a religião respeitava somente ao foro privado, devendo estar afastada de instituições primordiais como eram a escola e o exército. Numa conjuntura em que seria difícil para o Estado incorrer no desagrado da maioria da população que não se conformava com a ausência de um representante de Deus na hora suprema da morte, os católicos, bem como a pequena mas dinâmica comunidade protestante, conseguiram ter na frente de batalha, como voluntários, os seus "missionários". No enorme caldeirão da guerra, debateram-se, assim, livres-pensadores que viviam a descrença com um fervor de autênticos crentes, capelães católicos e pregadores protestantes, cada um lutando pela sua verdade. O estudo revela um outro lado da Guerra, com soldados portugueses e soldados ingleses a rezarem em conjunto nos mesmos espaços; capelães portugueses a oficiarem perante populações francesas, em colaboração com o clero local; grupos de leigos franceses a participarem na liturgia ao lado dos combatentes portugueses, levantando para o céu os mesmos cânticos.

Nas Trincheiras da Flandres

Invasão e Resistência 1810-1811

de Maria Lúcia de Brito Moura

ISBN: 9789896890315
Editor: Edições Colibri
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 228 x 7 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 130
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > História > História de Portugal
EAN: 9789896890315