Khadija, a Mulher de Maomé

As mulheres do Islão - Volume 1

de Marek Halter

editor: Bizâncio
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
O nascimento do Islão começa por ser a história de uma mulher, Khadija. A primeira mulher do profeta, a mulher que o amava quando ele era apenas um jovem caravanista. Durante dez anos de felicidade, impõe Muhammad aos poderosos clãs. Durante toda a sua vida Maomé apoiou-se em três figuras eternas da feminilidade: a mãe, a guerreira e a confidente. As Mulheres do Islão: Este é o 1º vol. da nova grande epopeia de Marek Halter. O segundo volume será intitulado Fatima, a Filha de Maomé e o terceiro Aicha, a Bem-Amada de Maomé.

Khadija, a Mulher de Maomé

As mulheres do Islão - Volume 1

de Marek Halter

ISBN: 9789725305614
Editor: Bizâncio
Idioma: Português
Dimensões: 154 x 233 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336
Tipo de produto: Livro
Coleção: Ilhas Encantadas
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789725305614
e e e E E

Uma boa forma de conhecermos o nascimento do Islão

Inês Dias de Carvalho

Decidi arriscar ler este livro, que é o 1.º de uma trilogia, para , de certa forma, me introduzir ao nascimento do Islão, facto que cumpre. O estilo de escrita é acessível e romanceado, o que faz com que a cursiosidade dispare em alguns episódios e com que a leitura seja natural.

e e e e e

O papel da Mulher no Islão

ARFerreira

Um excelente trabalho sobre o pré-Islão e a importância de uma mulher na sua construção. Poderíamos dizer que sem a abnegação, sabedoria, força e determinação o Islão jamais teria nascido. Fiquei fã deste autor. Já tenho em linha os restantes livros desta saga. Anseio por saber de Fátima filha de Maomé que nos deixa aqui com a curiosidade aguçada por uma História que se impõe como verdade, depois de ouvir alguns amigos muçulmanos falar principalmente de Fátima como filha do seu profeta.

Marek Halter

Escritor e ensaísta devotado à causa dos direitos humanos, nasceu na Polónia e a sua infância foi marcada por dificuldades, desde a vida no gueto de Varsóvia, aos campos de refugiados do Usbequistão. Vítima da violência anti-semita, que marcou a Europa dos anos 40, dedicou-se – desde que se instalou em França – à militância contra o racismo e o anti-semitismo.

(ver mais)
Bizâncio
5,00€ 10% CARTÃO
Bizâncio
5,00€ 10% CARTÃO
Oficina do Livro
4,90€ 10% CARTÃO
Edições 70
15,90€ 10% CARTÃO
portes grátis