10% de desconto

Io Appolloni

Uma Vida Agridoce

de Carlos Quintas

editor: Editora Guerra & Paz, março de 2017
Duas paixões: o teatro e Portugal. Io Appolloni confessa amores e traições, numa biografia sem tabus
Io Appolloni viveu um romance com o teatro, com o cinema, com o mundo do espectáculo. Mas Io Appolloni viveu também muitos romances na vida e com a vida. Mulher, mãe, actriz e ex-empresária, Io é uma cidadã portuguesa convicta. Tão convicta que perdeu mesmo a nacionalidade italiana, cidadania que continua a exigir e quer recuperar.
Nascida pouco antes do fim da Segunda Guerra Mundial, numa aldeia italiana onde todos trabalhavam pela sobrevi¬vência, teve uma infância marcada pelas dificuldades do pós-guerra. O teatro e o cinema surgiram no seu caminho na adolescência, vindo a pautar o seu percurso por um comportamento rebelde, mas exigente. Os mesmos princípios que seguiu na vida e nos amores, recusando a hipocrisia.
Este livro é o retrato corajoso de uma mulher de personalidade ímpar, com uma capacidade enorme de amar, lúcida nos seus actos, peito aberto à alegria e à espontaneidade. Este é também o relato das lutas pela emancipação do seu género, das suas convicções e até da adversidade e dos fracassos. Um livro de emoções.
Sem Io, a vida de Lisboa, a vida dos portugueses dos anos 60 aos anos 90, não teria sido a mesma. O que nos levanta, afinal, uma dúvida: foi ela que escolheu Portugal ou foi Portugal que quis ser o seu porto de abrigo?

Io Appolloni

Uma Vida Agridoce

de Carlos Quintas

Propriedade Descrição
ISBN: 9789897022586
Editor: Editora Guerra & Paz
Data de Lançamento: março de 2017
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 231 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 232
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Biografias
EAN: 9789897022586
Carlos Quintas

Carlos Quintas. Nasceu em Faro, onde cursou Românicas. Foi actor amador desde os 13 anos até 1971, quando foi para Angola e integrou o elenco do Teatro Avenida, em Luanda. Em 1975, estreou em Lisboa com Laura Alves. Como cantor, gravou 12 singles e ganhou o Festival RTP da Canção em 1978, como autor, vertente que abandonou em 1982. Adaptou a peça Godspell para português, em que interpretou Jesus Cristo, e integrou o elenco base do Teatro Nacional, de onde se despediu para se dedicar aos musicais: Invasão, Annie, Severa, Passa Por Mim no Rossio, Maldita Cocaína, My Fair Lady, Música no Coração, Amália, Gaiola das Loucas, entre mais de 50 peças. Em 2001, foi premiado no Concurso Inatel/Teatro-Novos Textos, com Um Baile de Furriéis. Encenou Marlenne, O Mistério do Fado e Alô É Vera. Em 2017, regressa ao palco como actor em Faz-te ao Largo e Amália, novamente.

(ver mais)
Revoltada

Revoltada

10%
Editora Guerra & Paz
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Viver Pela Liberdade

Viver Pela Liberdade

40%
Matéria Prima
11,20€ 30% + 10% CARTÃO