editor: Assírio & Alvim

«Estúdio consiste num conjunto de pistas ou de gestos subtis que podem e devem ser entendidos como provocações, o primeiro dos quais tem lugar precisamente quando nos confrontamos como título da exposição. Na sua acepção comum, o vocábulo estúdio aponta para um local de trabalho; mais que isso, aponta para um lugar de trabalho — um espaço habitado por uma determinada intimidade e animado pelo tipo de labor que tendemos a considerar como contraponto directo de universos burocráticos ou tecnocráticos. Significa isto que à ideia comum de estúdio está associada uma noção de criatividade e de liberdade muito pouco condicente com qualquer procedimento prescritivo. Neste contexto, porém, a escolha do termo estúdio — em detrimento de outros como atelier — vem sublinhar a estreita conexão daquele espaço com a prossecução do estudo e, por conseguinte, com a esfera do conhecimento. Não será com estranheza, então, que encontramos esta exposição pautada por imagens que nos remetem para o universo de uma aula de desenho à vista. Todo o seu característico aparato está ali representado: praticantes apetrechados com blocos de papel e instrumentos riscadores distribuem-se pelo espaço de uma sala e observam atentamente os objectos que se oferecem como modelos. A aura de rito iniciático que perpassa por esta paisagem poderia sugerir-nos estarmos perante o grau zero do desenho; e embora este não seja um cenário a descartar […] é óbvio que o desenho não começa na sala de aula. O que ali tem início, sabemo-lo bem, é a institucionalização de uma ideia de desenho como tradução de um objecto num plano bidimensional através de um conjunto de instrumentos e de modelos convencionados. Herdeira de toda uma tradição pedagógica que remonta à Didactica Magna de Comenius, a aula de desenho à vista é o instrumento basilar de uma função normativa, cujos método e objectivo são claros, concretos e definidos à partida. No estúdio agiliza-se uma máquina intangível, o engenho da produção competente de uma dada forma de conhecer, assimilar e reproduzir o visível.»
BrunoMarchand

Estúdio

de Bruno Marchand, Nuno Ramalho e Renato Ferrão

ISBN: 978-972-37-1458-6
Editor: Assírio & Alvim
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 210 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 80
Tipo de produto: Livro
Coleção: Arte e Produção
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Outras Artes
EAN: 9789723714586
Assírio & Alvim
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Assírio & Alvim
40,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
INFOLIO
41,95€ 10% CARTÃO
portes grátis
INFOLIO
49,68€ 10% CARTÃO
portes grátis
Museu Coleção Berardo
12,00€ 10% CARTÃO
Documenta
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis