10% de desconto

Estrofes Elementares

de António Vera

editor: Edições Colibri, janeiro de 2008
O conhecimento da poesia de António Vera permite ao leitor penetrar no universo paralelo da alquimia através de dois aspectos que se completam: a permanente alusão, por um lado, aos elementos primordiais da natureza e, por outro, a linguagem quase cifrada, de compleição esotérica, que se complementa com o aspecto anterior. Daqui decorre a dupla leitura que podemos fazer do próprio título da obra: estas Estrofes Elementares podem ser entendidas como a expressão de uma aturada simplicidade, ou, como complemento dessa simplicidade, a clara renúncia a uma intencionalidade poética na qual predomina a referida temática elementar e esotérica.

Estrofes Elementares

de António Vera

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727727391
Editor: Edições Colibri
Data de Lançamento: janeiro de 2008
Idioma: Português
Dimensões: 139 x 206 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 178
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789727727391
António Vera

[José] António Vera [de Azevedo] nasceu em Lisboa, na freguesia das Mercês, a 22 de junho de 1923, e faleceu na mesma cidade a 26 de dezembro de 2012. Trabalhou desde muito novo: empregado no comércio, em seguros, na Contabilidade Pública e, de 1958 a 1987, nos serviços da Emigração como representante do governo português para os assuntos da emigração nos países de acolhimento e, mais tarde, como técnico superior, vindo a aposentar-se da ex-Secretaria de Estado da Emigração e Comunidades Portuguesas, naquele último ano. Ao serviço da Emigração fez inúmeras viagens, tendo-lhe sido necessário dominar fluentemente diversas línguas. Entre os cursos que completou destaca-se o de Política Social no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa de Lisboa. Também frequentou a Faculdade de Letras de Lisboa. Entre 1947 e 1951 colaborou em várias publicações literárias, nomeadamente na Távola Redonda, fundada por António Manuel Couto Viana e David Mourão-Ferreira, na Seara Nova e Atlântico, e fez parte dos amigos da revista Árvore. Conviva e amigo dos poetas Daniel Filipe e Raul de Carvalho, confraternizou também com José Osório de Oliveira e José Terra. Mas, por dever de ofício e contínuas viagens, não lhe foi possível manter contactos estreitos com estes amigos e outros cultivadores das letras portuguesas. Ao empenho extremadamente dedicado de sua filha, Maria José Martins de Azevedo, se deve a publicação da sua obra poética, a qual compreende onze volumes: dez publicados em vida e um volume póstumo. António Vera é também contista e publicou um grande número de artigos ao longo de toda a sua vida.

(ver mais)
Cursivo Menor

Cursivo Menor

10%
Kotter Editorial
14,00€ 10% CARTÃO
Amor Sempre e a Seguir

Amor Sempre e a Seguir

10%
Edições Colibri
10,80€ 10% CARTÃO