10% de desconto

Destroçada

de Karin Slaughter

Livro eBook
editor: HARPER COLLINS, novembro de 2016
Quando o agente especial Will Trent chega ao condado de Grant, depara-se com uma esquadra determinada a proteger as inúmeras questões sem resposta, acerca da morte de um detido. Não percebe por que motivo a detetive Lena Adams lhe oculta segredos; não compreende o seu papel na morte do popular chefe da polícia do condado de Grant; também não entende por que motivo a viúva desse homem, a doutora Sara Linton, precisa dele mais do que nunca, para a ajudar a deslindar esse caso. Enquanto a polícia investiga o homicídio de uma mulher jovem encontrada num lago gelado, Trent investiga a própria polícia, pressionando Adams precisamente quando ela está prestes a ceder. Encurralado entre duas mulheres complexas e determinadas, e tentando compreender a desconfiança passional de Linton por Adams, os factos que rodearam a morte do chefe Tolliver, bem como as complexidades dessa cidade insular, Trent vai encarar um caso pejado de segredos explosivos e deparar-se com uma linha muito ténue que, a ser pisada, poderia ser fatal

Destroçada

de Karin Slaughter

Propriedade Descrição
ISBN: 9788416502738
Editor: HARPER COLLINS
Data de Lançamento: novembro de 2016
Idioma: Português
Dimensões: 157 x 231 x 31 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 464
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller
EAN: 9788416502738
e e e e e

Intenso

Sofia B.

O livro faz um cruzamento entre duas sagas: o condado de Grant (só dois livros foram publicados em Portugal, e ambos estão esgotados há anos) e de Will Trent. Este livro no fundo traz um final para a primeira saga. Quanto ao livro em si, tem bastante suspense e cenas macabras, a que a autora nos vem habituando, mas também um pouco de romance. Por fim, faço um apelo para que publiquem em português os vários livros que faltam da autora.

e e e e e

Ainda não acabado

GPLima

Não finalizei ainda a leitura deste livro, mas como adoro a autora e tenho já vários livros dela, este é mais um que não desilude... Como sempre agarra-nos logo nas primeiras páginas.. Aconselho vivamente

e e e e e

Destroçada

Eva Nascimento

Mais um livro desta autora que adorei. Um livro que nos prende do início ao fim.

e e e e e

Imperdível

António Durães

Os livros desta autora são simplesmente viciantes não se conseguindo parar de ler. A serie Will Smith é fantástica!! Recomendo vivamente.

e e e e E

Empolgante

Carla Pereira

Surpreendente e empolgante do principio ao fim. É daquele tipo de livros que nos deixa acordados não porque seja de "terror" mas porque não queremos parar de ler até saber o fim da história...

e e e e e

Soberbo

Livromente

Começo a ter alguma dificuldade em dizer algo de novo sobre Karin Slaughter. Considero-a uma das melhores autoras de thrillers de todos os tempos, simplesmente mergulho nos seus livros e dificilmente de lá saio, mesmo quando os termino. Com enredos extremamente bem construídos, reviravoltas inesperadas e desfechos imprevisíveis, tem tudo para ser excelente e foi, uma vez mais. É o 4º volume da coleção Will Trent (antes publicada pela TopSeller) e revemos personagens já bem familiares, como Sara Linton e Lena Adams. Como sempre, nada é o que parece e Will, daquele seu jeito peculiar, aparentemente estranho e incómodo, vai ser uma peça fundamental para que a verdade venha ao de cima. Correndo o risco de ser repetitiva, é uma história fascinante e uma escrita para lá de fantástica, li num dia e pequeno ele não é… :) Fiquei de novo com aquela sensação de pena, pois uma vez mais à semelhança do que se passou em “Génesis”, havia mais para dizer sobre Sara e Will e resta esperar que em próximas publicações venha a ser dito…será?!

e e e e e

Muito Bom

SAntunes

Mais uma vez a Karin não desilude. Gosto muito desta autora, e é uma belíssima continuação da história de Will e de Sarah. Recomendo!!

e e e e E

Uma viagem aos meandros do mal através de personagens intoxicantes

Vera Brandão, blogue Verovsky Menina dos Policiais

Broken, Destroçada é quarto livro da série protagonizada por Will Trent, uma das sagas que mais tenho em consideração. Não obstante dar 5 estrelas aos livros da autora (incluindo o stand alone Flores Cortadas que li no início do ano), considerei que esta obra está um pouco aquém das anteriormente lidas, como Tríptico, Fracturado e Genesis, justificando assim as 4 estrelas atribuídas no Goodreads. Talvez esta minha percepção tenha a ver com a omissão da participação de personagens tão marcantes quanto Faith e Amanda bem como Angie (em relação a esta, fui vendo, cada vez mais, o seu papel mais diminuto na trama). Para compensar a ausência destas figuras, Will e Sara acabam por estreitar a sua interacção e surge Lena, uma personagem com algum destaque na investigação do caso. Sinceramente, não me recordo se esta aparece nas tramas anteriores (julgo que não mas poderei estar enganada) mas há uma dinâmica muito intrigante entre esta e Sara Linton, relação esta que me parece mais bem explicada na série protagonizada pela médica legista. Sim, a série iniciada pela Gótica e que teve entre nós apenas dois livros. Creio que ler essa série é uma mais valia para saber os pormenores sobre a morte de Jeffrey, o marido de Sara, que me parece muito enublada sempre que se menciona a mesma nas tramas de Will Trent. Pela primeira vez, não tive a sensação que a trama é povoada por personagens intoxicantes. Will pouco fala do seu passado (menciona apenas um aspecto), embora Sara, como já referi, ainda esteja presa aos acontecimentos relativos à morte de Jeffrey. Pessoalmente não considerei nem as vítimas nem sequer o vilão com esta característica tão patente nas tramas de Slaughter. Há uma personagem com um problema de alcoolismo e, na minha opinião, achei as cenas da interacção desta com a parceira, Lena, algo exasperantes. Portanto a parelha da polícia com Will é, à partida, bastante mais frutífera do que com Frank. Ainda sobre as personagens, devo confessar que considerei o perfil do antagonista algo subdesenvolvido. O caso é, mais uma vez, bastante intrigante. Há uma rapariga (que o leitor pode constatar que é aparentemente normal, logo no prólogo) e que acaba morta num lago. Inicialmente, o caso remete para um suicídio, todavia, numa fase mais tardia, começa-se a perceber que terá sido um homicídio e Lena e Frank prendem o homem que se julga ter sido o responsável. Aparenta ser um caso linear mas garanto que é mais intrincado do que parece. Como é habitual, Slaughter conduz-nos aos meandros do mal através de uma incursão, ainda que breve, ao mundo universitário. Os detalhes de procedimentos forenses são uma constante, agora mais do que nunca, com a participação em pleno da médica Sara Linton. Ainda assim, e pensando no desconforto que senti ao ler as obras da autora, não creio que este seja o que mais me tenha chocado. Há apenas dois homicídios, cujas descrições não foram tão macabras comparando com outras da autora. Ainda assim, Broken Destroçada é um excelente livro. Sou suspeita, adoro a autora e não lhe consigo apontar muitos defeitos. Mas fiquei satisfeita com o quebra-cabeça que me deixou inquieta no decorrer da leitura e a sensação ao ler a última página de uma obra de Karin Slaughter persiste: quero mais! E espero que para breve!

Karin Slaughter

Karin Slaughter é uma das escritoras internacionais mais populares e aclamadas do mundo dos thrillers. Publicou as suas obras em 120 países e tem mais de 35 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Entre as dezanove obras, destacam-se Flores Cortadas, A Boa Filha e Sabes Quem É? Nasceu e vive em Atlanta, na Geórgia. Vários dos seus livros estão a ser adaptados para o cinema e para a televisão, incluindo Sabes Quem É? e A Boa Filha.

(ver mais)
A Rapariga Esquecida

A Rapariga Esquecida

10%
HARPER COLLINS
17,91€ 19,90€
portes grátis
Falsa Testemunha

Falsa Testemunha

10%
HARPER COLLINS
17,01€ 18,90€
portes grátis
O Samaritano

O Samaritano

10%
TopSeller
19,99€ 10% CARTÃO
portes grátis
Uma Morte Conveniente

Uma Morte Conveniente

10%
Dom Quixote
18,90€ 10% CARTÃO
portes grátis