10% de desconto

Crítica da Faculdade do Juízo

de Immanuel Kant; Tradução: António Marques e Valério Rohden

editor: INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda, fevereiro de 2017
VENDA O SEU LIVRO i
Com a edição de Crítica da Faculdade do Juízo de Immanuel Kant disponibiliza-se uma obra em que o interesse, a pertinência e a atualidade transpõem os limites da comunidade académica filosófica.

A introdução de António Marques e a tradução e notas de António Marques e Valério Rohden acompanham o leitor na sua reflexão sobre o pensamento kantiano.

«A verdade é que se não parece ser possível um mundo estético sem moral, também não é plausível um mundo com valores morais, mas sem vivências estéticas. a necessidade de esclarecer esta dicotomia entre moral e estética é sentida como uma premência dos nossos dias e da nossa experiência de indivíduos que têm a sensação estranha de viverem em esferas divididas, parcelares ou incomunicáveis. a reflexão sobre este ponto atinge no seu centro o problema inicial respeitante à motivação sobre o lugar, a natureza e função dos valores nas sociedades modernas. Por outras palavras, a solidariedade entre a ética e a estética é um pressuposto de qualquer reflexão sobre o caráter irredutível dos valores numa forma humana de vida e é dessa solidariedade, que não chega a ser pertença a um mesmo solo comum, que nos fala terceira Crítica de Kant.»

Crítica da Faculdade do Juízo

de Immanuel Kant; Tradução: António Marques e Valério Rohden

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722724548
Editor: INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
Data de Lançamento: fevereiro de 2017
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 239 x 30 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 492
Tipo de produto: Livro
Coleção: Estudos Gerais / Série Universitária
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Filosofia
EAN: 9789722724548
e e e e e

Extraordinário

Patrícia

O elo de ligação perfeito entre o entendimento e a razão. Para mim, a melhor das três críticas.

e e e e e

Um livro essencial para compreender a filosofia kantiana

Joana Rita Sousa

A terceira Crítica é aquela que revela o Kant mais humano, mais atento à maravilha da imaginação e da estética. Não podemos conhecer Kant sem ler esta obra, que é de leitura difícil e densa e, simultaneamente, prazeirosa.

Immanuel Kant

Immanuel Kant nasceu em 1724, em Könisberg, onde faleceu em 1804. Teve uma vida calma, sóbria, dedicada ao estudo e ao ensino. Profundamente imbuído dos ideais do Iluminismo, Kant professou uma profunda simpatia pelos ideais da Independência Americana e da Revolução francesa. Foi pacifista convicto, antimilitarista e estranho a toda a forma de patriotismo exclusivista. As obras de Kant costumam distribuir-se por três períodos, que habitualmente se denominam pré-crítico, crítico e pós-crítico. As suas obras mais conhecidas e influentes foram escritas no segundo período, incluindo-se entre elas a Metafísica dos Costumes.

(ver mais)
Confissões

Confissões

10%
INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
44,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Poética

Poética

10%
INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
18,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Fundamentação da Metafísica dos Costumes

Fundamentação da Metafísica dos Costumes

10%
Edições 70
18,60€ 10% CARTÃO
portes grátis
Sobre a Pedagogia

Sobre a Pedagogia

10%
Edições 70
14,20€ 10% CARTÃO
Poética

Poética

10%
INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
18,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Da Alma (De Anima)

Da Alma (De Anima)

10%
Edições 70
16,40€ 10% CARTÃO
portes grátis