Ganhe até 10€

Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos

de Olga Tokarczuk

Livro eBook
editor: Cavalo de Ferro, outubro de 2019
GANHE ATÉ 10€ i
Numa remota aldeia polaca, a excêntrica Janina Duszejko, professora reformada, divide os seus dias a traduzir a poesia de William Blake e a observar os sinais da astrologia, fazendo por manter-se afastada das pessoas e próxima dos animais, cuja companhia prefere; mas a pacatez dos seus dias vê-se interrompida quando começam a aparecer mortos vários membros do clube de caça local. Certa de encontrar respostas, Janina decide lançar-se na investigação do caso, chegando a uma estranha teoria que espalhará o terror pela comunidade.

Sob a máscara de policial noir ou fábula macabra, Conduz o Teu Arado Sobre os Ossos dos Mortos é um romance mordaz e desconcertante que questiona a nossa posição acerca dos direitos dos animais e responsabilidade sobre a natureza, bem como todas as ideias preconcebidas sobre a loucura, a justiça e a tradição.

Leia mais no nosso Blog Literário WOOKACONTECE

«Podia ser uma versão do filme Fargo, reescrita por Thomas Mann.»
The Telegraph

«Uma entre os poucos assinaláveis romancistas europeus a surgirem neste século.»
The Economist

«Uma surpreendente junção de thriller, comédia e tratado político, escrito por uma autora que combina um intelecto extraordinário com uma sensibilidade anárquica.»
The Guardian

Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos

de Olga Tokarczuk

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896686673
Editor: Cavalo de Ferro
Data de Lançamento: outubro de 2019
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 225 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 288
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller
EAN: 9789896686673
e e e e E

Sobre protegermos a natureza...

Beatriz

Livro cativante, que aborda um tema importante aos dias de hoje: a proteção dos animais e a crueldade com que os tratamos muitas vezes. Um ótima leitura, que recomendo vivamente!

e e e e E

Uma lição de vida inesquecível

Ana Margarida Silva

Uma das minhas melhores leituras este ano. Um livro muito bem estruturado, com uma escrita caprichosa, excêntrica e sarcástica. Personagens reais e humanas. Recomendo vivamente.

e e e e e

Divertido e educativo

João Carlos Vieira Padinha

Disfarçado sob a capa de um”whodoneit” clássico, a autora serve-nos , não sem humor diga-se uma reflexão sobre a vida nos nossos dias, a protagonista é sem dúvida uma de nós e as suas inquietações e problemas podem ser os nossos…se nos dermos ao trabalho de pensar…

e e e e e

Beleza indescritível

RP

A subtileza e beleza da narrativa construída por Olga Tokarczuk neste livro transportou-me para uma aldeia fria e nevada da polónia onde coisas estranhas têm vindo a acontecer. Que privilégio foi ter lido esta verdadeira obra de arte.

e e e e e

Excelente narrativa

Cristiana

Fiquei agradavelmente surpreendida com a capacidade narrativa de Olga Tukarczuk e confirmo a excelência da sua escrita.

e e e e e

Maravilhoso!

Viagens no Sofá - As Leituras da Rita

A calma de uma remota e pacata aldeia polaca vê-se ameaçada quando vários membros do clube de caça local aparecem mortos. Janina Duszejko, uma professora reformada, decide investigar as mortes e chega a uma teoria sobre a identidade do assassino. Mal tive conhecimento sobre este livro tive a sensação que seria um livro que iria adorar. A singularidade do próprio título conseguiu espicaçar a minha curiosidade. Quanto mais opiniões ouvia, mais me convencia desse facto.Claro que, como não podia deixar de ser, o receio de me sentir defraudada esteve sempre presente. Iniciei a sua leitura há algumas semanas (li apenas algumas páginas), mas na altura tive plena consciência de que não seria o momento mais adequado (por motivos pessoais) para prosseguir. Como tal, decidi adiá-la com o receio de que, caso continuasse, não conseguir apreciá-la devidamente nem lhe dar o merecido valor. Há livros que necessitam de um determinado estado de espírito e concentração para serem lidos e na altura sentia que não estava no meu melhor. Posteriormente, quando voltei a pegar no livro e comecei a ler desde a primeira página, concluí que essa foi a decisão mais acertada. “Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos” é uma história com um ambiente/narrativa que pode demorar um pouco a cativar o leitor, muito pela forma sui generis como está narrada. Admito que não me senti arrebatada desde o início, mas acabei a sua leitura completamente rendida. A autora tem uma forma poética de escrever, descritiva, subtil, por vezes irónica, por vezes divertida... Criou personagens cativantes e um enredo que, apesar de aparentemente não ser inovador, conseguiu ser narrado de forma diferente de tudo o que li até ao momento. A meu ver o que tornou esta história tão diferente e cativante foi a sua protagonista: Janina. Janina, uma professora reformada. Janina, apaixonada por poesia, por animais e por astrologia. Janina considerada, por muitos, excêntrica e até “maluca”. Janina, incompreendida por muitos devido à sua paixão por animais, pela sua paixão por astrologia e por passar grande parte dos seus dias a ler “os sinais”. Creio estarmos perante um rico exemplo de como a criação d´O Protagonista adequado faz toda a diferença. Há temas que nos são queridos e nos emocionam. Há personagens que nos cativam e deixam saudades. “Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos” passou a integrar os Favoritos do Ano. Lido em Novembro de 2019

e e e e e

Excelente leitura

Alexandra Santos

Dos melhores livros que li até hoje e ja lá vão muitos anos. O livro cativa-nos desde a primeira pagina. Muito bem escrito, personagens muito divertidos. Aconselho vivamente esta leitura. A não perder

e e e e e

Livro de grandes emoções

Carlos

Livro grandes emoções, mostra outra realidade outra forma viver.

e e e e E

A Terrível Vingança da Naturea

Dinis Evangelista

Pode ter outras leituras, mas - por mim - acho uma boa reflexão sobre o egoísmo humano, as suas corrupções e falta de respeito pelo seu semelhante, pela natureza e pelo ambiente. E a natureza acaba por vingar-se destes crimes dos humanos.

e e e e e

Maravilhoso

Vítor B.

Desde o início da trama que somos seduzidos pela protagonista e narradora, uma reformada polaca a viver num ermo na beira da floresta próxima da fronteira checa. Habituada ao isolamento, ela tem alguns hábitos bizarros, como uma paixão por astrologia, mas a sua personalidade rica e complexa vai-se mostrando ao longo do livro, tal como a sua vida passada, e a "velha com suas maleitas a quem ninguém prestaria um segundo olhar de atenção" revela-se uma força indomável. Uma leitura muito fluída, que nos transporta para um ambiente rural centroeuropeu onde agora há subsídios da UE, mas na verdade pouco mudou e a cobertura da rede de telemóvel tende a falhar. A atmosfera do livro recordou-me alguma animação polaca que a RTP passava nos anos 80 (graças ao Vasco Granja). O valor da vida animal, a justiça, a cidadania ou a amizade são alguns dos pontos que o livro toca e nos faz questionar de forma brilhante.

e e e e e

Um dos melhores

JS

Um dos melhores livros que li nos últimos meses. 5estrelas.

e e e e E

Um manifesto em defesa dos Animais

Carlos Ernesto Faria

Excelentemente escrito e de fácil leitura. Um policial visto do lado oposto ao da investigação, mas incómodo pelas questões que levanta sobre o comportamento humano e a atitude da sociedade perante o sofrimento animal, assumindo a defesa deste e em plena sintonia com ideias do século XXI onde os direitos dos animais são colocados em pé de igualdade com o homem.

e e e e e

Ingredientes para um nobel: personagens bizarras, enredo cativante e crítica social

Rebeca Bonjour

Por vezes, a literatura permite-nos conviver com personagens bizarras. Janina é uma dessas personagens: isolada numa aldeia no fim do mundo, consulta os mapas astrais daqueles com quem se cruza, lendo-lhes o destino, afirmando coisas que ninguém se atreveria a conceber. Vive presa num mundo que não é o seu, um mundo que não lhe parece certo e, sem se importar que a chamem de louca - munindo-se, até, disso como desculpa - enfrenta sem pestanejar tudo aquilo que considera desajustado, injusto. Através desta personagem, Olga Tokarczuk conduz, mais que um enredo cativante e divertido, uma crítica à sociedade polaca contemporânea, num sentido mais directo, e a todas as sociedades ocidentais, num sentido mais lato. Numa escrita muito simples, sem subtefúrgios, facilmente conquistará qualquer um.

e e e e e

parábola dos nossos tempos

fernanda

muito boa prosa, de detalhes deliciosos e certeira caracterização dos nossos tempos. um policial assente numa "comédia improvável"

Olga Tokarczuk

Prémio Nobel da Literatura 2018

Olga Tokarczuk nasceu em Sulechów, uma pequena cidade polaca, em 1962. Formada em Psicologia, publicou o seu primeiro livro em 1989, uma coletânea de poesia intitulada Miasta w lustraché, seguindo-se os romances E. E. e Prawiek i inne czasy, tendo sido este último um sucesso.
A partir daí, a sua prosa afastou-se da narrativa mais convencional, aproximando-se da prosa breve e do ensaio. Uma das melhores e mais apreciadas autoras de hoje, a obra de Olga Tokarczuk tem sido alvo de várias distinções, nacionais e internacionais. Recebeu por duas vezes o mais importante prémio literário do seu país, o Prémio Nike; em 2018, foi finalista do Prémio Fémina Estrangeiro e vencedora do Prémio Internacional Man Booker. Os seus livros estão traduzidos em trinta línguas.
Em 2019, foi distinguida pela Academia Sueca com o Prémio Nobel de Literatura pela sua «imaginação narrativa, que com uma paixão enciclopédica representa o cruzamento de fronteiras como forma de vida».

(ver mais)
Viagens

Viagens

Cavalo de Ferro
21,95€
portes grátis
Outrora e Outros Tempos

Outrora e Outros Tempos

Cavalo de Ferro
18,45€
portes grátis
A Noite em Que o Verão Acabou

A Noite em Que o Verão Acabou

Companhia das Letras
22,95€
portes grátis
Amigo Imaginário

Amigo Imaginário

Edições Asa
22,90€
portes grátis