BES, Os Dias do Fim Revelados

Ricardo Salgado, os factos, as decisões políticas e Angola contados pelo banqueiro a Alexandra Ferreira

de Alexandra Almeida Ferreira

editor: Chiado Books
Passaram dezoito meses desde o desaparecimento do Banco Espírito Santo, no dia 3 de Agosto de 2014. Na casa da Pedra da Nau, Ricardo Salgado ouviu decretado o fim do banco de família pelo Governador do Banco de Portugal. Ao seu lado estava a mulher, Maria João. O dia foi talvez o pior das suas vidas.
O Banco de Portugal e o Governo de então, liderado por Pedro Passos Coelho e Paulo Portas justificaram a decisão de acabar com o banco como a única que não teria custos para os portugueses. Um argumento politicamente astuto mas que hoje se sabe que irrealista.
Entre Julho e Outubro de 2015, Ricardo Salgado esteve impedido de sair de casa. Durante esses meses que viveu com resiliência assinalável, durante muitas horas de conversa, contou os dias do fim do banco que liderou mais de vinte anos. A história está longe de ser financeira. É política, é familiar, é de pessoas que cometem erros. Não é um livro sobre culpas e responsabilidades. É o enredo de uma história com muitos protagonistas. Desengane-se quem pensa que só existe um.

Alguns excertos:

"... a influência da gestão no Estado leva a que a gestão seja alterada por influência política. Jobs for te boys. Numa empresa familiar, a gestão é influenciada pela família. Jobs for the family"

"Era preciso agir. Foi o seu advogado, Daniel Proença de Carvalho que organizou o encontro com José Eduardo dos Santos. ‘Quando o Dr. Ricardo Salgado se apercebeu eu aconselhei-o, dada a dimensão do problema, a esclarecer junto do próprio Presidente o que estava a acontecer no BESA. Até porque os accionistas angolanos já lhe tinham feito chegar essa informação’".

"As relações com Lisboa tinham mudado de rumo no último ano e as conversas com Ricardo Salgado tinham-se tornado progressivamente mais ásperas. Álvaro Sobrinho estava isolado no banco, à excepção dos membros da Comissão Executiva que se tinham encantado com a nova vida que o banco lhes tinha proporcionado"

BES, Os Dias do Fim Revelados

Ricardo Salgado, os factos, as decisões políticas e Angola contados pelo banqueiro a Alexandra Ferreira

de Alexandra Almeida Ferreira

ISBN: 9789895168545
Editor: Chiado Books
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 246
Tipo de produto: Livro
Coleção: Compendium
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
EAN: 9789895168545
e e e e e

Excelente contributo para melhor se entender a trama que levou á queda do BES

Tiago Manalvo

A autora realizou uma apurada investigação sobre a fase final daquele que foi o maior grupo empresarial português nos últimos 25 anos, trazendo novos elementos que permitem ao leitor conhecer um pouco melhor o enredo e as lutas de poder que conduziram ao colapso do BES e do GES, e indicando quem lucrou com o desmoronar dos Espírito Santo.

Alexandra Almeida Ferreira

Jornalista há dez anos, Alexandra de Almeida Ferreira estreou-se na escrita há cerca de dois anos quando escreveu a biografia do fundador do Império Espírito Santo, José Maria Espírito Santo e Silva. Seguiu-se a biografia do fundador do Banif, Horácio Roque e agora uma extensa conversa com Ricardo Salgado, publicada em livro, onde conta como o banqueiro viveu os últimos dias do Banco a que presidiu quase 30 anos.
A autora passou pelo jornal Independente, como Editora de Economia, funções que desempenhou também no Rádio Clube Português e, mais tarde no Semanário Económico e Diário Económico. Nos últimos anos integrou a equipa da televisão do Diário Económico, onde assumiu sobretudo os temas políticos, mantendo uma ligação natural à área da Economia.

(ver mais)
Chiado Books
13,00€ 10% CARTÃO
Chiado Books
14,00€ 10% CARTÃO
Edição do Autor
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Esfera dos Livros
19,50€ 10% CARTÃO
portes grátis