A Ilha de Arturo

de Elsa Morante

editor: Relógio D'Água, fevereiro de 2010
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
A Ilha de Arturo é, conjuntamente com La storia, um dos mais importantes romances de Elsa Morante.
Na ilha mediterrânica da Prócida, assistimos à formação de Arturo, que sente uma apaixonada admiração por um pai sempre ocupado em misteriosas viagens. Já adolescente, é atraído pela sua jovem madrasta, Nunziatella. A passagem de um tempo de sonhos e ilusões para a realidade será um caminho lento e difícil para Arturo. Elsa Morante foi uma mulher que nunca aceitou ter nascido num mundo onde o amor é efémero e a indiferença ou o ódio habituais. «No amor começa por haver o paraíso, mas depois, não se sabe como, precipitamo-nos no inferno», disse numa entrevista que concedeu antes da sua morte em1985.
A miúda selvagem nascida num bairro pobre de Roma, a viajante, a enamorada, a angustiada companheira de Moravia, que sonhava com o sol das ilhas napolitanas e as cores da agreste Prócida («Arturo sou eu», disse ela um dia), percorreu vários continentes, passou por Portugal e viveu as duas últimas guerras mundiais, partilhando a maior parte dos sofrimentos e esperanças do século xx.
As suas personagens recorrentes são crianças, animais e adolescentes cegamente apaixonadas pelo pai, a mãe ou o amor.

A Ilha de Arturo

de Elsa Morante

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896411312
Editor: Relógio D'Água
Data de Lançamento: fevereiro de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 231 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 368
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896411312
e e e e E

A Não perder

Luisa Mascarenhas

Com uma escrita simples mas muito bem estruturada e de uma sensibilidade extrema . Livro a não perder

e e e e e

a ilha da transgressão

antónio josé cravo

ilha dentro da ilha: as mulheres numa escrita marcadamente feminina, se é que existe, elsa morante leva-nos a conhecer uma ilha onde à mulher tudo é proibido. menos transgredir. a ilha do homem, a força da religião e arturo. arturo é também ele transgressor, filho de outro transgressor. a ilha de arturo é a ilha das transgressões. sobrevive-se transgredindo, mesmo se aparentemente cumprindo. o olhar de elsa morante é o do outro lado da ilha

e e e e e

Imperdível

Shikibu

Este livre é de uma sensibilidade extrema.

Elsa Morante

Elsa Morante nasceu em Roma, em 1912, cidade onde morreu em 1985. Decidiu dedicar-se à literatura ainda muito jovem, com cerca de 18 anos.
Casou com o escritor Alberto Moravia em 1941e conheceu muitos dos pensadores e escritores italianos da época. Durante a guerra, acompanhou o marido no exílio.
Publicou o romance Menzogna e sortilegio em 1948, tendo obtido o prémio Viareggio. Mais tarde foi também laureada com o prémio Strega pelo seu romance L'isola di Arturo e em 1984 recebeu o premio Médicis com Aracoeli.
O seu romance mais célebre, La Storia, foi publicado em 1974.
Elsa Morante foi uma mulher que nunca aceitou ter nascido num mundo onde o amor é efémero e a indiferença ou o ódio habituais. «No amor começa por haver o paraíso, mas depois, não se sabe como, precipitamo-nos no inferno», disse numa entrevista que concedeu antes da sua morte em1985.
A miúda selvagem nascida num bairro pobre de Roma, a viajante, a enamorada, a angustiada companheira de Moravia, que sonhava com o sol das ilhas napolitanas e as cores da agreste Prócida, percorreu vários continentes, passou por Portugal e viveu as duas últimas guerras mundiais, partilhando a maior parte dos sofrimentos e esperanças do século xx.
As suas personagens recorrentes são crianças, animais e adolescentes cegamente apaixonadas pelo pai, a mãe ou o amor.

(ver mais)
O Xaile Andaluz

O Xaile Andaluz

10%
Relógio D'Água
17,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
La Isla De Arturo

La Isla De Arturo

10%
LUMEN
21,31€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Casa em Paris

A Casa em Paris

10%
Relógio D'Água
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Léxico Familiar

Léxico Familiar

10%
Relógio D'Água
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis