A Duas Vozes

Livro 1

de William Golding

editor: Difel
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i

Prémio Nobel da Literatura 1983
Booker Prize 1980

Uma idosa profetisa de Delfos, o mais sagrado oráculo da Grécia antiga, passa em retrospectiva a sua estranha vida como Pítia, a Primeira-Dama e voz do deus Apolo. Arieka, uma jovem virgem de perturbantes dons parapsíquicos, foi confiada pelos pais ao serviço do santuário. Há sessenta anos que ela é o verdadeiro médium, com a boca rasgada de equívocas declarações proféticas da trípode de bronze do santuário colocado sob o templo. Durante toda a sua vida à mercê do deus, do sacerdote e do povo, assistiu ao declínio da sorte de Delfos e da sua influência no mundo.
As suas reflexões acerca dos mistérios dos oráculos, a que os seus estranhos dons deram corpo, aliam-se à sua visão feminina das fragilidades humanas do próprio Grande Sacerdote, um verdadeiro ateniense, cujas conspirações contra os romanos desencadeiam a humilhação e a desgraça.
Este extraordinário romance, que o autor deixou ainda em esboço quando do seu súbito falecimento em 1993, é uma obra extremamente conseguida do ponto de vista psicológico e histórico. Arieka, a Pítia, é um retrato convincente da experiência de uma mulher, coisa rara na obra de Golding, constituindo uma das suas melhores criações.

«Um romance extraordinário, uma obra extremamente bem conseguida do ponto de vista psicológico e histórico, que o autor deixou em esboço quando da sua morte, em 1993. William Golding é considerado dos melhores, se não o maior escritor inglês de todos os tempos. A Duas Vozes é uma obra a não perder.»
Algarve Região

A Duas Vozes

de William Golding

ISBN: 9789722902786
Editor: Difel
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 160
Tipo de produto: Livro
Coleção: Literatura Estrangeira
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722902786
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
William Golding

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 1983

Escritor inglês, William Gerald Golding nasceu a 19 de setembro de 1911 na pequena aldeia de St. Columb Minor, na Cornualha. Filho de um professor primário de fortes entusiasmos políticos e de uma ativista dos direitos das mulheres, começou a escrever precocemente, com apenas sete anos de idade.
Após ter concluído os seus estudos secundários na Marlborough Grammar School, ingressou no Brasenose College da Universidade de Oxford, com o intuito de cumprir o desejo paterno e versar Ciências da Natureza. Não obstante, ao fim de dois anos encontrou forças para seguir a sua verdadeira vocação e pediu transferência para Literatura Inglesa.
Em 1934, ainda estudante, publicou o seu primeiro livro, uma compilação de poemas intitulada Poems. No ano de 1939 mudou-se para Salisbury, onde passou a lecionar Inglês na Bishop Wordsworth's School.
Em consequência da deflagração da Segunda Guerra Mundial alistou-se na Real Armada Britânica, ascendendo pouco tempo depois ao posto de comandante de um torpedeiro. Presenciou o afundamento do couraçado alemão Bismarck e o desembarque na Normandia.
Finda a guerra, Golding retomou o ensino e a sua grande ambição, a escrita. Em 1954 publicou o seu primeiro romance, Lord Of The Flies (O Senhor das Moscas), que se tornou num sucesso de vendas imediato e internacional. A obra recria acontecimentos que decorreriam num futuro próximo, e conta a história de um grupo de crianças, após terem sido evacuadas de Inglaterra por causa de uma guerra nuclear, sobrevivem ao despenhamento do avião em que seguiam, e que mata todos os adultos. Chegando a uma ilha de coral, formam a sua própria sociedade, que começa por ser solidária e justa, para se ir tornando gradualmente numa autêntica anarquia.
Seguiram-se, entre outros volumes, The Inheritors (1955), obra que remete à destruição dos homens de Neanderthal pelos Cro-Magnon, Free Fall (1959), The Spire (1964), retrato lúcido da monomania humana, Darkness Visible (1979) e Rites Of Passage (1980, Ritos de Passagem).
Investido cavaleiro em 1988, William Golding foi vencedor de inúmeros prémios, entre os quais o prestigiado Nobel da Literatura, em 1983.
Faleceu em Perranarworthal a 19 de junho de 1993.

William Golding. In Infopédia. Porto: Porto Editora, 2003-2011.

(ver mais)
Elsinore
17,51€ 19,45€
portes grátis
Elsinore
18,45€ 10% CARTÃO
portes grátis
BIS
7,50€ 10% CARTÃO
Dom Quixote
16,60€ 10% CARTÃO
portes grátis
Quetzal Editores
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis