20% de desconto

A Dinastia de Avis e a Construção da União Ibérica

de David Martelo

editor: Edições Sílabo, abril de 2005
RECOMENDADO PELO PLANO NACIONAL DE LEITURA i
Apoiando-se num vasto conjunto de documentos e obras, portuguesas e espanholas, o autor procura refutar a ideia generalizada de que a união de Portugal à monarquia hispânica, a partir de 1580, se tratou, tão-só, de um desafortunado acidente dinástico. Conduzindo a sua argumentação pelos caminhos da geopolítica e da estratégia, David Martelo explica-nos, com meridiana clareza, que o mar não foi a forma encontrada para Portugal se esquivar de Castela, mas sim a solução ideal para com ela ombrear; que os reis da dinastia de Avis que pugnaram pela aproximação a Castela não estavam a trair os princípios em que assentara a fundação da dinastia – estavam a reagir a uma nova realidade geopolítica decorrente da união de Castela e Aragão; que o estabelecimento de uma Aliança, em pé de igualdade, com o reino vizinho, era, por fim, condição indispensável de estabilidade e segurança estratégica para levar por diante o sonho de D. João II – alcançar a Índia por mar e dar novos mundos ao mundo.

A Dinastia de Avis e a Construção da União Ibérica

de David Martelo

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726183594
Editor: Edições Sílabo
Data de Lançamento: abril de 2005
Idioma: Português
Dimensões: 159 x 235 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 222
Tipo de produto: Livro
Coleção: Líderes e Povos
Classificação temática: Livros em Português > História > História de Portugal
EAN: 9789726183594
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e E E

Debate de Ideias

Filomena Oliveira

Esta obra apresenta uma nova abordagem sobre a questão da União Ibérica (a partir de 1580) e dos Descobrimentos, particularmente no que se refere ao caminho marítimo para a Índia. O autor baseia a sua análise em pressupostos geopolíticos e estratégica.

David Martelo

É oficial do Exército (coronel) reformado. Nascido em 1946, em Viseu, ingressou na carreira militar em 1963, mantendo-se no ativo até 1995. Encetou, então, a sua atividade como escritor, privilegiando o debate dos temas de defesa contemporâneos e a história militar. É autor das seguintes obras: O Exército Português na Fronteira do Futuro, As Mágoas do Império, A Espada de Dois Gumes, 1974 – Cessar-Fogo em África, O Cerco do Porto, A Dinastia de Avis e a construção da União Ibérica e Os Caçadores. Colaborou na obra Portugal e a Grande Guerra (coord. A. Afonso e C. M. Gomes). Para as Edições Sílabo, traduziu e prefaciou as três principais obras de Maquiavel (O Príncipe, Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio e A Arte da Guerra) e a História da Guerra do Peloponeso, de Tucídides. É membro efetivo do Conselho Científico da Comissão Portuguesa de História Militar. De 2007 a 2012, foi membro do Comité Bibliográfico da Comissão Internacional de História Militar.

(ver mais)
Benjamin Franklin - Autobiografia

Benjamin Franklin - Autobiografia

10%
Edições Sílabo
14,94€ 16,60€
Giuseppe Garibaldi

Giuseppe Garibaldi

20%
Edições Sílabo
22,96€ 28,70€
portes grátis
25 de Abril - Do Golpe Militar à Revolução na Forma Tentada

25 de Abril - Do Golpe Militar à Revolução na Forma Tentada

20%
Edições Sílabo
20,40€ 25,50€
portes grátis
Origens da Grande Guerra

Origens da Grande Guerra

10%
Edições Sílabo
18,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
Dinastia de Avis

Dinastia de Avis

10%
Europress
18,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
América

América

20%
Edições Sílabo
14,32€ 17,90€