10% de desconto

21 Dias de Luta

de Urbano Tavares Rodrigues

editor: Editora Minotauro, abril de 2019
"Foi com esses que eu estive, foi por eles que me bati. [...] Ao lado dos mais infelizes, dos mais desprezados é que estive. Mais uma vez, teimosamente, ao lado dos fracos e dos explorados. Não há sofisma que volte isto do avesso. Por isso, agora, exausto, reconsidero que estou certo no meu posto de combate.

Conheci, é verdade, ardentes e revulsivas alegrias. Vi correr lágrimas de chumbo por faces já velhas de camponesas e camponeses de meia idade, que vinham abraçar-me e lembrar os mortos queridos, os risos partilhados no sofrimento e na esperança. Rostos de barro, punhos cerrados, lábios macios de mulheres que me beijavam como mães e que tinham conhecido a minha mãe, a minha infância."

21 Dias de Luta

de Urbano Tavares Rodrigues

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898866530
Editor: Editora Minotauro
Data de Lançamento: abril de 2019
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 234 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 142
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Crónicas
EAN: 9789898866530
Urbano Tavares Rodrigues

Urbano Tavares Rodrigues não é apenas o grande escritor do Alentejo, das suas gentes e das suas paisagens, é também o romancista e contista de Lisboa e de outras atmosferas cosmopolitas que, como jornalista e professor universitário, bem conheceu, viajando por todo o mundo.
Catedrático jubilado da Faculdade de Letras de Lisboa, membro da Academia das Ciências, tem uma obra literária e ensaística muito vasta e traduzida em inúmeros idiomas, do francês e do espanhol ao russo e ao chinês. Obteve diversos prémios, entre eles o de Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores, o prémio Fernando Namora, o Ricardo Malheiros da Academia das Ciências, etc.
De entre os seus maiores êxitos de crítica e de público, lembramos A Noite Roxa, Bastardos do Sol, Os Insubmissos, Imitação da Felicidade, Fuga Imóvel, Violeta e a Noite, O Supremo Interdito, Nunca Diremos Quem Sois, A Estação Dourada.
Urbano Tavares Rodrigues, que foi afastado do ensino universitário durante as ditaduras de Salazar e Caetano, participou ativamente na resistência e foi preso e encarcerado por várias vezes nos anos sessenta.
Faleceu no dia 9 de agosto de 2013, em Lisboa.

(ver mais)
As Máscaras Finais

As Máscaras Finais

10%
Publicações Europa-América
8,00€ 10% CARTÃO
Casa de Correcção

Casa de Correcção

10%
Publicações Europa-América
17,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Os Açores, Portugal e a União Europeia

Os Açores, Portugal e a União Europeia

10%
Letras Lavadas
16,30€ 10% CARTÃO
portes grátis
Democracia do Livro em Portugal

Democracia do Livro em Portugal

10%
Âncora Editora
17,00€ 10% CARTÃO
portes grátis