O Natal De Poirot eBook

de Agatha Christie

Livro eBook
editor: Edições Asa
Um policial de Natal. Na noite de consoada, a família Lee está reunida. Subitamente ouve-se um enorme barulho de mobília que se parte. Segue-se um grito de agonia. No andar de cima, Simeon Lee, pai tirano, jaz morto, num lago de sangue, a garganta cortada. Chega o inspector Hercule Poirot para desvendar o caso e encontra uma família cheia de mútuas suspeitas.
Para ler nestes dias de frio e chuva, no aconchego da casa.

O Natal De Poirot

de Agatha Christie

ISBN: 9789892333823
Editor: Edições Asa
Idioma: Português
Tipo de produto: eBook
Formato: ePUB i
Classificação temática: eBooks em Português > Literatura > Policial e Espionagem
EAN: 9789892333823
e e e e e

Cativante

Susana Silva

De todos os livros que li da autora este foi sem dúvida a obra cujo desfecho mais me surpreendeu. No cenário de um contexto familiar intrigante, Hercule Poirot prende o leitor à história, criando um ritmo alucinante à medida que nos aproximamos do fim. Confesso que no início o texto pode parecer um pouco deprimente mas a evolução que se assiste até ao final é sem dúvida algo que qualquer fã de Agatha Christie tem gosto em ler.

e e e e E

Surpreendente!

Cristina Albuquerque

Mais um fantástico livro de Agatha Christie, prende o leitor do inicio ao fim, para concluir de forma verdadeiramente surpreendente. Excelente leitura para o Natal ,mas não só.

Agatha Christie

Agatha Christie nasceu Agatha May Clarissa Miller, em Torquay, na Grã-Bretanha, em 1890. Durante a I Guerra Mundial, prestou serviço voluntário num hospital, primeiro como enfermeira e depois como funcionária da farmácia e do dispensário. Esta experiência revelar-se-ia fundamental, não só para o conhecimento dos venenos e preparados que figurariam em muitos dos seus livros, mas também para a própria conceção da sua carreira na escrita. Com o seu segundo marido, o arqueólogo Max Mallowan, Agatha viajaria um pouco por todo o mundo, participando ativamente nas suas escavações arqueológicas, nunca abandonando contudo a escrita, nem deixando passar em claro a magnífica fonte de conhecimentos e inspiração que estas representavam.
Autora de cerca de 300 obras (entre romances de mistério, poesia, peças para rádio e teatro, contos, documentários, uma autobiografia e seis romances publicados sob o pseudónimo de Mary Westmacott), viu o seu talento e o seu papel na literatura e nas artes oficialmente reconhecidos em 1956, ano em que foi distinguida com o título de Commander of the British Empire. Em 1971, a Rainha Isabel II consagrou-a com o título de Dame of the British Empire. Deixando para trás um legado universal celebrado em mais de cem línguas, a Rainha do Crime, ou Duquesa da Morte (como ela preferia ser apelidada), morreu em 12 de janeiro de 1976. Em 2000, a 31st Bouchercon World Mistery Convention galardoou Agatha Christie com dois prémios: ela foi considerada a Melhor Autora de Livros Policiais do Século XX e os livros protagonizados por Hercule Poirot a Melhor Série Policial do mesmo século.

(ver mais)