A Arte De Ter Razão eBook

38 Estratégias Para Vencer Qualquer Debate

de Arthur Schopenhauer

editor: Edipro
Neste livro, também conhecido como "38 estratégias para vencer qualquer debate", Schopenhauer apresenta uma brilhante, polêmica e bem-sucedida argumentação sobre como vencer um debate sem ter razão. Mestre da filosofia satírica, o autor conduz o leitor com genialidade entre dois domínios adversários: da dialética erística (a arte de vencer um debate sem precisar estar do lado da verdade) à filosofia. O filósofo não estava preocupado apenas com a capacidade retórica de defender de forma inteligente seus próprios argumentos, mas principalmente com a compreensão das estratégias adotadas pelos parceiros de debate. Com o fim, sobretudo, de defesa da verdade contra os erísticos trapaceiros, bem como com o de denunciar, ironicamente, seu comportamento. Schopenhauer escreveu "A arte de ter razão" – cuja leitura é uma porta de entrada privilegiada, e de grande valor atual, à sua filosofia – de modo muito divertido e convincente, baseado em 38 estratagemas capazes de conduzir uma verdadeira esgrima intelectual, de forma a, no final, realmente produzir sucesso aos olhos da plateia.

A Arte De Ter Razão

38 Estratégias Para Vencer Qualquer Debate

de Arthur Schopenhauer

ISBN: 9788552101185
Editor: Edipro
Idioma: Português do Brasil
Páginas: 80
Tipo de produto: eBook
Formato: ePUB i
Classificação temática: eBooks em Português > Ciências Soc. e Humanas > Filosofia
EAN: 9788552101185
Arthur Schopenhauer

Arthur Schopenhauer (1788-1860), nascido em Danzig, na atual Polónia, foi um dos maiores filósofos do século XIX. Filho de um comerciante e de uma escritora, era esperado que seguisse os passos do pai, mas o seu interesse nunca foram os negócios. Em vez disso, durante as inúmeras viagens que realizou, redigiu uma série de considerações melancólicas e derrotistas sobre a miséria da condição humana.
Acabando por se dedicar exclusivamente à reflexão filosófica, Schopenhauer trabalhou intensamente em Frankfurt, redigindo e publicando diversos livros que não alcançaram grande sucesso. O reconhecimento chegou postumamente, e os seus escritos sobre religião, psicologia, ética e política – que traduzem a sua visão pessimista da natureza humana – influenciaram a filosofia existencialista e o pensamento freudiano e afetaram diretamente as obras de vários filósofos. O ensaio Como ganhar uma discussão (mesmo sem ter razão) foi publicado pela primeira vez após a sua morte e veio a tornar-se uma das suas obras mais afamadas.

(ver mais)
eBook
Editora Unesp
5,99€