Wook

António Barreto

Terceiro de sete filhos de Manuel da Costa Pinto Barreto (Peso da Régua, 17 de Dezembro de 1907 - Porto, 21 de Dezembro de 1981) e de sua mulher (Vila Real, Folhadela, 15 de setembro de 1938) Maria do Céu de Morais Taborda (Porto, 7 de Maio de 1912 - Porto, 5 de março de 1980), neta materna do 1.º Barão de Gouvinhas e sobrinha-neta materna do 1.º Visconde de Morais, que recusou o título de Conde de Morais, uma família com reminiscências fidalgas, católica e apoiante da monarquia; António Barreto mudou-se muito jovem para Vila Real, onde viveu até finalizar os estudos liceais.

Estudou Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra até 1963, onde foi ator do CITAC - Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra.

Radicado na Suíça em 1963, acabou por se licenciar em Sociologia, na Universidade de Genebra, em 1968. Foi assistente daquela Universidade, até 1970, onde voltaria para realizar o doutoramento, obtido em 1985. Foi investigador do Instituto de Pesquisas das Nações Unidas para o Desenvolvimento Social, de 1969 a 1974.

Regressado a Portugal na sequência da Revolução de 25 de abril de 1974, tornou-se investigador no Gabinete de Estudos Rurais da Universidade Católica Portuguesa, função que desempenhou até 1982, mudando-se nesse ano para o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde se manteve até à jubilação, em 2009[2].

Concomitantemente, foi professor de disciplinas de Sociologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, tendo feito parte da Comissão Instaladora desta última.

Foi vogal do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Estatística. Em 2009, por designação de Alexandre Soares dos Santos, assumiu a presidência do Conselho de Administração da Fundação Francisco Manuel dos Santos, onde criou o portal de informação estatística Pordata. Manteve-se nesse cargo até 2014.

Foi militante do Partido Comunista Português entre 1963 e 1970, aderindo, após o 25 de abril de 1974, mais precisamente em dezembro desse ano, ao Partido Socialista. Eleito deputado à Assembleia Constituinte, no ano seguinte, em 1975, seria membro do VI Governo Provisório (Pinheiro de Azevedo), como Secretário de Estado do Comércio Externo, e do I Governo Constitucional (Mário Soares), como Ministro do Comércio e Turismo, primeiro, e da Agricultura e Pescas, depois.

Afastou-se do PS para apoiar o projeto da Aliança Democrática, liderado por Francisco Sá Carneiro, com o efémero Movimento dos Reformadores, criado com José Medeiros Ferreira e Francisco Sousa Tavares, em 1978.

Em 1985 apoiou Mário Soares, no MASP I (Primeiro Movimento de Apoio Soares à Presidência) para as eleições presidenciais portuguesas de 1986. Entre 1987 e 1991 regressou ao Parlamento, como deputado à Assembleia da República, pelo PS. Afastou-se definitivamente do partido na década de 1990.

Autor de vasta bibliografia, dedicou a sua investigação aos temas da emigração, socialismo e reforma agrária, evolução da sociedade portuguesa, indicadores sociais, justiça, regionalização, Estado e Administração Pública, Estado Providência, comportamentos políticos e retrato da região do Entre Douro e Minho. Na televisão, assinou a série de documentários Portugal, um retrato social, realizada por Joana Pontes (RTP, 2006), e dedicou-se ao comentário político em Regra do Jogo, com José Miguel Júdice (SIC Notícias, 2006-2008). É cronista do jornal Público desde 1991 atualmente escreve no Diário de Notícias uma coluna semanal ao domingo.

bibliografia

Alfredo Cunha (Ph. 09)

Alfredo Cunha (Ph. 09)

INCM - Imprensa Nacional Casa da Moeda
10-2022
0,00€
Três Retratos - Salazar, Cunhal, Soares

Três Retratos - Salazar, Cunhal, Soares

Relógio D'Água
07-2020
0,00€
De Portugal para a Europa

De Portugal para a Europa

Relógio D'Água
11-2017
0,00€
Tempo de Escolha

Tempo de Escolha

Relógio D'Água
10-2017
0,00€
Anatomia de Uma Revolução

Anatomia de Uma Revolução

Dom Quixote
07-2017
0,00€
Douro - Rio, Gente e Vinho

Douro - Rio, Gente e Vinho

Relógio D'Água
07-2014
0,00€
Nambuangongo

Nambuangongo

Lugar da Palavra
07-2013
0,00€
Sentir

Sentir

Lugar da Palavra
05-2012
0,00€
Pátria Utópica

Pátria Utópica

Bizâncio
10-2011
0,00€
António Barreto

António Barreto

Relógio D'Água
11-2010
0,00€
Anos Difíceis

Anos Difíceis

Relógio D'Água
10-2009
0,00€
Globalização e Migrações

Globalização e Migrações

Imprensa de Ciências Sociais
06-2005
0,00€
Novos Retratos do meu País

Novos Retratos do meu País

Relógio D'Água
04-2003
0,00€
Tempo de Incerteza

Tempo de Incerteza

Relógio D'Água
04-2002
0,00€
Douro

Douro

Edições Inapa
04-2001
0,00€
Justiça em Crise? Crises da Justiça

Justiça em Crise? Crises da Justiça

Dom Quixote
04-2000
0,00€
A Situação Social em Portugal 1960-1999 - Volume I I

A Situação Social em Portugal 1960-1999 - Volume I I

Imprensa de Ciências Sociais
04-2000
0,00€
Tempo de Mudança

Tempo de Mudança

Relógio D'Água
12-1999
0,00€
Uma Década

Uma Década

Relógio D'Água
04-1999
0,00€
Sem Emenda

Sem Emenda

Relógio D'Água
12-1996
0,00€
Douro

Douro

Edições Inapa
04-1993
0,00€
Os Silêncios do Regime

Os Silêncios do Regime

Editorial Estampa
05-1992
0,00€
Memória da Reforma Agrária

Memória da Reforma Agrária

Publicações Europa-América
04-1983
0,00€

Quem comprou este autor também comprou

São Tomé & Príncipe, Um Mundo a Descobrir

São Tomé & Príncipe, Um Mundo a Descobrir

10%
Flying Book House
30,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Republicanização da Monarquia

A Republicanização da Monarquia

10%
Tribuna da História
17,64€ 19,60€
portes grátis
Os Rapazes dos Tanques

Os Rapazes dos Tanques

10%
Porto Editora
26,99€ 29,99€
portes grátis
O Olhar do Outro

O Olhar do Outro

10%
Relógio D'Água
19,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
X
recomendar
António Barreto
Para recomendar este autor a um amigo basta preencher o seu nome e email, bem como o nome e email da pessoa a quem pretende fazer a sugestão. Se quiser pode ainda acrescentar um pequeno comentário, de seguida clique em 'confirmar'. A sua recomendação será imediatamente enviada em seu nome, para o email da pessoa a quem pretende fazer a recomendação.

A sua identificação:

A identificação da pessoa a quem quer recomendar este autor:

X
A sua recomendação foi enviada com sucesso!
X
Ocorreu um erro a obter a informação! Por favor tente mais tarde.
X
selecione o livro adotado:
X
Ocorreu um erro
Por favor tente novamente mais tarde.
X
atingiu o limite máximo de dispositivos autorizados
Por favor, aceda à area de cliente para gerir os dispositivos ativos.
X
wook deve saber


WOOK É O CHECKOUT EXPRESSO?
Esta modalidade de checkout permite-lhe comprar em dois cliques, seguindo diretamente para a confirmação de encomenda.

COMO FUNCIONA?
A encomenda é pré-preenchida com os dados que habitualmente utiliza - morada faturação, morada de entrega, forma de envio e tipo de pagamento. Para finalizar o processo, necessita apenas de confirmar os dados.

POSSO UTILIZAR OS MEUS VALES?
Vales e outros descontos que se encontrem no prazo de validade, serão igualmente considerados automaticamente na encomenda.

CONSIGO ALTERAR OS DADOS DA ENCOMENDA?
Sim. Antes de confirmar, tem ainda a possibilidade de alterar todos os dados e opções de compra.

EXCEÇÕES
O botão do Checkout Expresso só será visível se:
  • Selecionar previamente, na Área Cliente, as moradas habituais de envio e de faturação;
  • Associar uma conta wallet MBWay, quando a morada de envio selecionada é em Portugal.
  • Não incluir artigos escolares na encomenda.