«Supõe que levas a mão à planície dos olhos»

«Os poemas contidos nesses cadernos têm, à data de publicação deste livro, mais de trinta anos.
Metáforas arqueológicas, declinações agonísticas, perseguições e interpelações várias, adquiriram a configuração que se apresenta.»
Supõe que levas as mãos
à planície dos olhos
Dos olhos fazes duas árvores, -

têm nome essas árvores
diz o seu nome,
uma e outra vez -


das copas fazes duas estrelas
dos troncos uma paliçada de canas de sangue
e ao centro um heliotropo.

Supõe que adormeces
na intersecção desenhada das estrelas
agónicas.

Terás tempo de exaurir a luz?
Ébrio, acordarás.

Luís Quintais, Agon

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!