Os 7 livros que tornaram 2017 um ano melhor

Espreite as escolhas dos leitores.
No #desafiowook desta semana, quisemos saber quais foram os livros que tornaram 2017 um ano melhor. Algumas obras sobressaíram com evidência. Veja as escolhas e inspire-se. Pode espreitar as respostas que obtivemos aqui.
Os livros que tornaram 2017 um ano melhor
Os livros que tornaram 2017 um ano melhor
A RAPARIGA NO COMBOIO
Todos os dias, Rachel apanha o comboio. Naquela viagem a caminho do trabalho, o cenário repete-se: as mesmas casas, o mesmo casal, a quem a protagonista atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente. Até ao dia em que algo muda… Este livro de Paula Hawkins, que lançou em 2017 Escrito na Água, foi o mais votado pelos nossos leitores no #desafiowook.
Quero ler! »
UM MAIS UM
Através de factos relevantes e atuais, Um Mais Um conta-nos a envolvente e imprevisível história de amor entre Jess Thomas, uma mãe solteira com uma vida muito dura, e Ed Nicholls, um génio informático rico e solitário. Uma trama viciante de Jojo Moyes, escritora premiada por duas vezes com o Romantic Novel of the Year.
Comece hoje a ler! »
O GIGANTE ENTERRADO
Numa terra marcada por guerras recentes e amaldiçoada por uma «misteriosa névoa do esquecimento», um casal idoso decide partir em busca do filho de quem já não guarda recordações. Entre a aventura fantástica e o lirismo, Kazuo Ishiguro, Prémio Nobel da Literatura 2017, invoca temas delicados como a memória – ou a falta dela – o tempo, o amor e o perdão.
Quero ler! »
O HOMEM QUE PERSEGUIA A SUA SOMBRA
Em O Homem Que Procura a Sua Sombra, o quinto volume da série Millennium, David Lagercrantz construiu uma história emocionante sobre abuso de autoridade, e também sobre as sombras da infância de Lisbeth Salander que ainda a perseguem.
Quero espreitar! »
ORIGEM
Mantem-se o estilo e, uma vez mais, a personagem principal, Robert Langdon. Neste livro, Dan Brown tenta responder a duas perguntas essenciais: De onde vimos? E para onde vamos? Uma obra «viciante do início ao fim», como comentou a nossa leitora Daniela Miranda.
Começar a ler! »
HOMENS IMPRUDENTEMENTE POÉTICOS
É com esta viagem ao Japão de outros tempos que Valter Hugo Mãe se aproxima da sua origem: a poesia. O autor serve-se de Itaro e Saburo, para nos mostrar uma parábola atemporal sobre a solidão. Trágico e humano, um livro a não perder.
Quero ler! »
BÍBLIA
Bíblia traduzida pelo classicista Frederico Lourenço não foi uma escolha dos leitores, mas acreditamos que deve constar nesta lista por se tratar de um trabalho que não deixou ninguém indiferente. Trata-se da primeira tradução completa diretamente do grego antigo para o português, o que valeu ao autor o Prémio Pessoa 2016. Notável.
Descubra já! »

Wook está a dar

Subscreva!