A estante dos Óscares 2020: 5 livros por detrás do filme

Sabia que desde 1929, o ano da inauguração dos Prémios da Academia, mais de dois terços dos vencedores do Óscar de Melhor Filme foram inspirados na Literatura?
Este ano, houve cinco filmes nomeados aos óscares que tinham uma coisa em comum: todos começaram como livros brilhantes!
Aqui fica uma lista de leitura inspirada na 92ª edição da cerimónia mais importante do cinema:
MULHERZINHAS, DE LOUISA MAY ALCOTT
Um clássico da literatura juvenil que narra a história de Meg, Jo, Beth e Amy, quatro irmãs da classe média americana que conhecem algumas dificuldades depois da partida do pai para a guerra. Em busca do seu caminho (cheio de traquinices e peripécias), é na união do lar que encontram a força e a coragem para enfrentar as adversidades. Nesta que foi a sétima adaptação ao cinema de Mulherzinhas, Greta Gerwig conseguiu nomeação em seis categorias, tendo vencido o Óscar de Melhor Guarda-Roupa.
COMPRAR >
O IRLANDÊS, DE CHARLES BRANDT
Pensa que já leu tudo sobre a máfia? Pense de novo. Charles Brandt dedicou cinco anos a entrevistar o Irlandês, como era conhecido Frank Sheeran, e oferece ao leitor uma visão insólita do mundo do crime organizado, em particular sobre o mistério do desaparecimento de Jimmy Hoffa. Foi para o ecrã da Netflix com Robert de Niro e Al Pacino nos principais papéis com direção de Martin Scorcese e estava indicado aos Óscares em 10 categorias, inclusive o de melhor argumento adaptado. Saiu de ‘mãos a abanar’.
COMPRAR  >
O CÉU NUMA GAIOLA, DE CHRISTINE LEUNENS
Johannes, um jovem fanático pelo regime hitleriano, descobre a existência de Elsa, uma rapariga judia que os pais escondem ilegalmente em casa e isso horroriza-o. Quando os pais desaparecem sem deixar rasto, Johannes divide-se entre a responsabilidade de a manter viva e a lealdade à pátria. A história deste verdadeiro labirinto moral durante a Segunda Guerra Mundial é o âmago do filme adaptado ao cinema pelo neozelandês Taika Waikiki com o título Jojo Rabbit. Venceu o Óscar de melhor argumento adaptado.
QUERO LER! >
JOKER, DE BRIAN AZZARELLO e ALLAN MOORE
A saga completa (BD) do icónico palhaço do crime numa edição de capa dura.
O livro inspirou o filme homónimo que se tornou um sucesso de bilheteira. A interpretação absolutamente brilhante de Joaquin Phoenix valeu-lhe o Óscar de Melhor Ator - o filme estava nomeado em 11 categorias.
COMPRAR >
DOIS PAPAS, DE ANTHONY McCARTEN
Joseph Ratzinger foi o primeiro papa a abdicar em mais de 700 anos de História, passando o seu legado ao reformista argentino Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco. Porque terá Bento XVI, o alemão mais conservador, promovido uma rutura sem precedentes?
Esta é a história verídica que inspirou o filme com o mesmo nome, produzido pela Netflix com direção do brasileiro Fernando Meirelles. Os dois protagonistas Jonathan Pryce (Papa Francisco) e Anthony Hopinks (Papa Bento XVI) foram nomeados para o Óscar de Melhor Ator e Melhor Ator Secundário, respetivamente, mas nenhum levou a estatueta dourada para casa.
COMPRAR >

Wook está a dar

Subscreva!