«à berma dos olhos», a poesia de Ondjaki


à berma dos olhos

a criança

alimentou os pássaros
com a sua sombra

e
na primeira lágrima

sacudiu dos olhos
o peso dos homens.

Ondjaki, Há Gente Em Casa

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!