7 motivos para ler... Jodi Picoult

7 motivos para ler… Jodi Picoult
7 motivos para ler… Jodi Picoult
26 livros depois e 14 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, Jodi Picoult é um nome de peso na literatura.

Nesta semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, escolhemos sete nomes incontornáveis. E começamos com autora norte-americana de 56 anos que continua a encantar leitores pelos quatro cantos do globo – em Portugal, acaba de sair mais um título: Um Clarão de Luz.
«UM BOM ESCRITOR É UM BOM ESCRITOR E ISSO NÃO TEM NADA A VER COM O FACTO DE SER HOMEM OU MULHER!»
#1
Jodi Picoult é autora de uma obra que conta já com mais de 26 livros, os seus romances encontram-se traduzidos em mais de 34 línguas e publicados em mais de 30 países. Escreve frequentemente sobre temas sensíveis e que levantam dilemas éticos. Quando questionada sobre esta opção, a autora defende que escreve sobre o que a faz ficar acordada à noite, sobre as coisas que a preocupam enquanto mulher, americana e mãe.
#2
Muitas vezes rotulada como uma autora que escreve só para mulheres, Jodi faz questão de fazer notar que os temas dos seus romances - Holocausto, o racismo, doenças graves, violência… - dão «péssima literatura cor-de-rosa».
#3
Ao escrever sobre assuntos polémicos a autora procura mostrar vários pontos de vista e tornar as personagens o mais reais possível. Assim, durante a pesquisa para os seus romances, Jodi visitou o corredor da morte de uma prisão do Arizona, assistiu a diversas cirurgias, visitou um santuário de elefantes, acompanhou caça-fantasmas e entrevistou muitas pessoas que passaram por situações semelhantes às que acontecem nos seus romances.
#4
Jodi descreve-se como uma «ativista acidental». Em Princeton, decidida a integrar a equipa de remo, ao ser informada que a equipa feminina já estava completa, perguntou se não existiria uma hipótese de integrar a equipa masculina. Tornou-se assim a primeira mulher timoneira numa equipa de remo masculina em Princeton.
#5
Para além de dos romances, a autora foi a segunda mulher na história da DC Comics a ser convidada para escrever um volume da Mulher-Maravilha, a heroína mais famosa e reconhecível do mundo da banda desenhada.
#6
Alguns dos romances de Jodi Picoult foram adaptados para o cinema e para a televisão. O mais conhecido será Para a Minha Irmã (2009). Recentemente, a escritora anunciou que O Poder das Pequenas Coisas será adaptado ao cinema com Viola Davis e Julia Roberts nos principais papéis.
#7
Em 2012, a autora publicou o seu primeiro romance destinado ao público mais jovem, escrito a meias com a filha Samantha van Leer. A história de um príncipe encantado e uma leitora apaixonada de Entre as Linhas foi um sucesso e já teve continuação com Saído de Um Conto de Fadas.
Princeton University 2016
Wook dizem os nossos leitores?
- «Jodi Picoult sabe sempre como captar a atenção.» Vanessa Ferrão

- «Com esta escritora nunca podemos pensar que sabemos o desfecho da história...» Sara

- «Como qualquer livro de Jodi Picoult, forte, marcante e polémico, ela sabe quais os temas mais sensíveis.» Samanta Oliveira

- «A Jodi Picoult tem uma capacidade extraordinária de nos fazer ver todas as perspetivas de uma mesma história, de tal forma sincera e cativante que é impossível ler um livro dela e não nos confrontarmos com os nossos preconceitos. A cada livro que leio dela cresce em mim a certeza de que não há nenhum outro autor que consiga escrever sobre temas tão controversos de uma forma tão exímia.» AC

- «Uma leitura maravilhosa mais uma vez! Recomendo a 100%.» Joana

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!