Uma História Social do Piano

Emergência e Declínio do Piano na Vida Quotidiana Madeirense

de Paulo Esteireiro

editor: Edições Colibri
VENDA O SEU LIVRO i
Entre 1820 e 1930, o piano foi uma presença constante na vida quotidiana madeirense. A partir do primeiro quartel do século XIX, começou a definir-se no Funchal uma cultura musical em redor do piano, constituída por: saraus privados e concertos públicos, em que a prática musical com piano era o motivo de entretenimento principal; um ensino musical exigente, no qual a mulher ganhou gradualmente protagonismo; um repertório centrado na música para canto e piano, em danças e em peças de cariz brilhante ou virtuoso; e um comércio de importação de pianos, primeiramente de Inglaterra e, numa fase posterior, principalmente da Alemanha. A partir da década de 1930, a prática amadora ao piano entra em declínio, devido à forte concorrência de novas tecnologias tais como os gramofones, a telefonia e o cinema.

Uma História Social do Piano

Emergência e Declínio do Piano na Vida Quotidiana Madeirense

de Paulo Esteireiro

ISBN: 9789896895655
Editor: Edições Colibri
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 229 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 330
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Sociologia
EAN: 9789896895655
Paulo Esteireiro

Paulo Esteireiro é colaborador da Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos, sendo Chefe de Divisão de Investigação e Multimédia, nos Serviços de Educação Artística e Multimédia da Direção Regional de Educação. É licenciado, mestre e doutorado em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa, tendo obtido nos estudos de mestrado e doutoramento a classificação máxima por unanimidade do júri.

No domínio editorial, é autor e coordenador de várias publicações, entre as quais se destacam Estudos sobre Educação e Cultura (AREArtística), Uma História Social do Piano (Edições Colibri),  10 Novas Composições para Braguinha (AREArtística), Músicos Interpretam Camões (Fundação Calouste Gulbenkian - Imprensa Nacional-Casa da Moeda - Lisboa), 50 Histórias de Músicos na Madeira (Funchal 500 Anos), Regionalização do Currículo de Educação Musical no 2.º Ciclo do Ensino Básico (Direção Regional de Educação - Gabinete Coordenador de Educação Artística) e o Guia para a Audição da ópera O Achamento do Brasil (Foco Musical).

É ainda coordenador da Coleção Madeira Música, série editorial que já publicou nove CD-Rom+Áudio sobre obras musicais históricas madeirenses e que permite ouvir composições maioritariamente do século XIX e primeira metade do século XX, contextualizadas na sua época através de textos de vários especialistas. Foi autor de duas séries de 12 documentários para a RTP-M, intituladas de "Músicos Madeirenses".

(ver mais)
INCM - Imprensa Nacional Casa da Moeda
26,25€
Associação de Amigos do Gabinete Coordenador de Educação Artística
7,50€
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis