Um Cientista Português no Coração da Alemanhã Nazi

de José Pedro Castanheira

editor: Edições Tenacitas, abril de 2010
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Em plena II Guerra Mundial, o professor da faculdade de Medicina do Porto, José Ayeres de Azevedo, trabalhou nos principais centros científicos da Alemanha nazi. Primeiro em Frankfurt e depois em Berlim, colaborou com os cientistas que deram suporte à política racial de Hitler, cujos efeitos mais conhecidos foram o Holocausto. Em 1943, trabalhou no mesmo centro e na mesma área científica que o famoso médico Josef Mengele, o "anjo da morte" do campo de extermínio de Auschwitz.  O presente livro de José Pedro Castanheira é uma investigação fascinante sobre esta história trágica.

"A procura da verdade seja ela na ciência, na justiça, ou num trabalho jornalístico deverá ter sempre a mesma exigência de rigor na pesquisa e na verificação das fontes. Este é, para mim, um trabalho exemplar em que se sente o "vibratto" de uma curiosidade insatisfeita, o "esprit de suite" de que falava Ramon y Cajal, que será sempre atributo essencial de qualquer investigador digno desse nome."

João Lobo Antunes, no Prefácio

Um Cientista Português no Coração da Alemanhã Nazi

de José Pedro Castanheira

Propriedade Descrição
ISBN: 9789728758714
Editor: Edições Tenacitas
Data de Lançamento: abril de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 231 x 12 mm
Páginas: 176
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > História > História em Geral
EAN: 9789728758714
José Pedro Castanheira

José Pedro Castanheira (Lisboa, 1952) é jornalista profissional desde 1974. Tem formação em Economia e uma pós-graduação em Jornalismo. Trabalhou em jornais como A Luta, O Jornal e, durante 28 anos, o Expresso. Foi presidente da direção do Sindicato dos Jornalistas. Tem-se dedicado à grande reportagem e ao jornalismo de investigação, e ganhou alguns dos mais prestigiados galardões atribuídos em Portugal. É autor de uma dezena de livros, nomeadamente Quem Mandou Matar Amílcar Cabral? (1995, editado também em Itália e França); A Filha Rebelde (com Valdemar Cruz, 2003, editado também em Espanha e que deu origem a uma peça de teatro e a uma série televisiva); Os Dias Loucos do PREC (com Adelino Gomes, 2006); e Jorge Sampaio: Uma biografia (2 vols., 2012/2017). Na Tinta-da-china, publicou A Queda de Salazar (com António Caeiro e Natal Vaz, 2018), Olhe Que Não, Olhe Que Não! (com José Maria Brandão de Brito, 2020) e Volta aos Açores em 15 Dias (2022), um diário de bordo que foi a sua primeira incursão fora dos quadros do jornalismo e que foi distinguido com o Grande Prémio de Literatura de Viagens APE — Maria Ondina Braga. Integrou o júri das Bolsas de Investigação Jornalística, concedidas pela Fundação Calouste Gulbenkian.

(ver mais)
A Filha Rebelde

A Filha Rebelde

10%
Temas e Debates
16,92€ 18,80€
portes grátis