Wook.pt - State and Traditional Law in Angola and Mozambique

State and Traditional Law in Angola and Mozambique

de Maria José Lopes e Armando Marques Guedes 

idioma: Português, Inglês
15,15€
13,64€
20%
Portes
Grátis
em stock
10% de desconto imediato + 10% de desconto em CARTÃO
Em stock - Envio imediato
portes grátis
Sinopse

The links and connections between State and traditional legal systems in Angola and Mozambique have not been widely studied, although they constitute matters of great momentum. for state building in each of these countries. The papers collected here are an attempt to fill in some of that gap, by charting many of the main issues - touching upon matters both theoretical and empirical - raised by often uneasy and highly contested modes of articulation. From different, albeit complementary, angles, all papers focus on some of the legal and political problems encountered and the negotiations as well as the solutions generated for the management of what in many cases amounts to potentially threatening forms of pluralism.

Preface

The study of legal pluralism - like its close relative, anthropology -is an academic discipline that was born out of the encounter between Europe and the countries that it was eventually to colonise. Yet, contrary to what many people may wrongly suppose, this does not mean that the study of legal pluralism ceased to be useful when former colonics became independent.

On the contrary, many of the analytical techniques and some of the knowledge generated by the experience of colonialism are these days more useful than ever. The colonial period, it transpires, was not a brief aberration in between periods of relative normality. It was a phase in a much longer story of action and interaction between societies geographically far removed from one another.

The legacy of colonial times is still relevant to our understanding of the world for a number of reasons. Above all, it is now clear that in some former European colonies, particularly in Africa, the nationalist ambition of building powerful bureaucratic stales to govern model nations has not been fulfilled. Contemplation of the social and political reality that has emerged since the golden age of nationalism allows us to discern aspects of postcolonial societies that bear an obvious resemblance to patterns existing in previous times. Many enduring features of postcolonial societies were often overlooked in earlier generations by political actors and observers too ready to believe that they had discovered the key to historical change. The re-emergence of chiefs and plural legal authorities sometimes looks like a remarkable resurgence, but is not really anything of the sort. Legal pluralism never entirely disappeared in African states, all of which were once colonies in some sense or other. Simply, the existence of plural legal arenas has become easier to see than it was three decades ago. Like many of the apparent revivals of aspects of African history once regarded as belonging to the colonial or precolonial past, today's legal pluralism is both old and new. This is not as odd as it may sound: what is more commonplace than to observe that institutions have histories, but also that they change constantly?

Nor is it only in Africa that we can nowadays perceive a need to look again at societies whose social homogeneity and governmental coherence were never as complete as was often supposed. European societies have changed over time, as all communities do, and have absorbed substantial numbers of newcomers from other parts of the world. The European Union has created a new body of law that offers a challenge to state law. New cultural] altitudes, new immigrant communities and new sociological insights stress the plurality of European societies rather than their tendency to uniformity. In light of what has happened to Europe itself in recent decades, historians can now see that the administration of colonial territories, rather than involving the implementation of archaic techniques, often involved highly innovative ones. What was done Io colonial populations at one stage of history was sometimes enacted in the metropole decades later. These facts alone give new usefulness to what were originally colonial sciences.

Meanwhile, the social sciences - the standard intellectual method for understanding how people behave collectively and the relations they create - have become markedly less self-assured than they were 40 or 50 years ago, which happens also to have been the golden age of African nationalism. These intellectual and political tendencies are related. Two or more generations have been obliged to consider difficult questions concerning the social equivalent of indigenous knowledge. Social scientists schooled in the classics of European thought are no longer as confident as they were in the high age of modernism that they have understood the true nature and mechanisms of progress, development and state-building. Thinkers from former colonial countries have investigated the degree to which leading figures from the European social science tradition have theorised on the basis of an idealised reading of European history, rather than on a genuinely universal pool of data. While no consensus has emerged from these debates, it seems clear that intellectual nihilism and cynicism are not useful reactions. Rather than rejecting the great tradition of social science, it makes far more sense Io enrich it with attention to data from the former third world in a continuing attempt to create a truly universal social science.

Seen in this lens, the plural legal systems typical of African territories under colonial rule were not a brief moment in a passage to the formation of nation-states. They begin to look more like exceptionally clear and interesting examples of a pluralism that exists in less obvious form in most societies, perhaps even in all. In any event, the chapters gathered in this volume provide rich material for reflection not only on the condition of some African countries today, but on the evolution of the world.

STEPHEN ELLIS, Afrika Studie Centrum, Leiden

State and Traditional Law in Angola and Mozambique
ISBN: 9789724030517Edição ou reimpressão: Editor: Edições AlmedinaIdioma: Português, InglêsDimensões: 230 x 160 x 15 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 262Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros em Português > Direito > Direito Internacional
X
Coloque aqui o seu comentário

State and Traditional Law in Angola and Mozambique

a sua avaliação:
X
Obrigado pela sua contribuição!

O seu comentário foi enviado para validação.

Nota:
A WOOK reserva-se ao direito de não validar textos que não se foquem na análise do conteúdo do livro ou produto. Caso pretenda colocar alguma questão sobre o artigo deverá fazê-lo através do Centro de Contacto.
X
imagem
X
wook deve saber

Promoção válida para o dia 21-01-2017

Saiba mais sobre preços e promoções consultando as nossas condições gerais de venda.

X
recomendar

State and Traditional Law in Angola and Mozambique de Maria José Lopes e Armando Marques Guedes 

Para recomendar esta obra a um amigo basta preencher o seu nome e email, bem como o nome e email da pessoa a quem pretende fazer a sugestão. Se quiser pode ainda acrescentar um pequeno comentário, de seguida clique em enviar o pedido. A sua recomendação será imediatamente enviada em seu nome, para o email da pessoa a quem pretende fazer a recomendação.

A sua identificação:

A identificação da pessoa a quem quer recomendar este titulo:

Se pretende enviar esta recomendação para mais de um endereço de e-mail, separe na caixa anterior os endereços com ",". Ex: abc@abc.pt,xyz@xyz.pt

X
A sua recomendação foi enviada com sucesso!
X
Ocorreu um erro a obter a informação! Por favor tente mais tarde.
X
alerta de artigo novamente disponível

De momento, este produto não se encontra disponível no fornecedor. Caso o mesmo volte a ficar disponível, poderemos notifica-lo, bastando para tal que nos indique o seu endereço de email.

X
O seu pedido foi registado com sucesso.

Caso este produto fique disponível, será alertado por email

X
wook deve saber

Este eBook pode ser lido em qualquer dispositivo com browser, sem necessidade de fazer o download de qualquer software ou de possuir qualquer tipo de equipamento específico de leitura.
Após a compra, o eBook é disponibilizado de imediato na sua Biblioteca Wook, onde poderá ler e organizar todos os seus eBooks e à qual poderá aceder a partir do site WOOK ou da nossa aplicação (APP).
A versão web da Biblioteca Wook está otimizada para as versões mais recentes dos browsers Google Chrome, Internet Explorer, Safari, Firefox e Edge.

Para otimizar o acesso à sua Biblioteca Wook e ter acesso à opção de leitura em modo offline (sem ligação à internet) deverá instalar a nossa APP de leitura:

X
wook deve saber

Este eBook está encriptado com DRM (Digital rights management) da Adobe e é aberto na aplicação de leitura Adobe Digital Editions (ADE) ou em outras aplicações compatíveis.
Após a compra, o eBook é de imediato disponibilizado na sua área de cliente para efetuar o download.

Para ler este eBook num computador instale a aplicação Adobe Digital Editions.
Antes de instalar o Adobe Digital Editions, veja aqui o vídeo de ajuda:

Para ler este eBook em tablet e smartphone instale a aplicação Adobe Digital Editions para IOS ou Android.

X
wook deve saber

O PDF é um formato de arquivo digital desenvolvido pela Adobe e que disponibiliza uma imagem estática das páginas do livro e, independentemente do dispositivo de leitura, não redimensiona o texto ao tamanho do ecrã do dispositivo.

X
wook deve saber

O ePUB é um formato que proporciona uma excelente experiência de leitura dado que permite o redimensionamento do texto ao ecrã do dispositivo de leitura, aumentar ou diminuir o tamanho do texto, alterar o tipo de fonte, entre outras funcionalidades

X
subscrever newsletters
subscrever newsletters

Estimado(a) subscritor(a), de seguida irá receber, no endereço de email , uma mensagem com mais informações sobre esta subscrição.
Obrigado.

X
não encontrou wook procura?

Nós procuramos por si!

A sua identificação:

A identificação do livro que procura:

O seu pedido foi enviado com sucesso!
X
envie esta lista aos seus amigos

lista de desejos

A identificação da pessoa a quem quer enviar esta lista:

X
A sua lista de compras foi enviada com sucesso para .
X
selecione o livro adotado:
X
wook deve saber


Oferta de portes, ou devolução do valor em cartão, para Portugal continental em CTT Expresso Clássico ou Rede Pickup. 30% de desconto, ou devolução em cartão, nos envios para as ilhas dos Açores e Madeira, em CTT Expresso Clássico. Tipos de envio disponíveis para encomendas até 10 kg.

Promoção válida para encomendas de livros não escolares registadas até 31/12/2017. Descontos ou vantagens não acumuláveis com outras promoções.

X
wook deve saber


A devolução do valor dos portes de envio, em cartão Wookmais, será efetuada 18 dias após a faturação. Oferta válida para uma encomenda com entrega em Portugal.

X
wook deve saber


EM STOCK – ENVIO IMEDIATO
Se a sua encomenda for constituída apenas por produtos com esta disponibilidade e for paga até às 16 horas de um dia útil, será processada de imediato e enviada para o correio no próprio dia. Encomendas pagas após as 16 horas passarão para o processamento do dia útil seguinte. Esta disponibilidade apenas é garantida para uma unidade de cada produto e até 15 minutos após o registo da encomenda.

ENVIO ATÉ X DIAS
Esta disponibilidade indica que o produto não se encontra em stock e que demorará x dias úteis a chegar do fornecedor. Estes produtos, especialmente as edições mais antigas, estão sujeitos à confirmação de preço e disponibilidade de stock no fornecedor.

PRÉLANÇAMENTO
Os produtos com esta disponibilidade só serão enviados na data indicada. Normalmente são entregues no data de lançamento.

DISPONIBILIDADE IMEDIATA
Tipo de disponibilidade associada aos eBooks, que são disponibilizados de imediato, após o pagamento da encomenda, na sua biblioteca.

Para calcular o tempo de entrega de uma encomenda deverá somar à disponibilidade mais elevada dos artigos que está a encomendar o tempo de entrega associado ao tipo de envio escolhido.

X
a sua lista de desejos encontra-se vazia

Adicione à sua lista de desejos todos os produtos que deseja comprar mais tarde, envie-a aos seus amigos antes do seu aniversário, Natal ou outras datas especiais - quem sabe se eles o surpreendem!

Seja informado sobre promoções destes produtos

X
Ocorreu um erro

Por favor tente novamente mais tarde.

X
atingiu o limite máximo de dispositivos autorizados

Por favor, aceda à area de cliente para gerir os dispositivos ativos.

X
wook deve saber


WOOK É O CHECKOUT EXPRESSO?
Esta modalidade de checkout permite-lhe comprar em dois cliques, seguindo diretamente para a confirmação de encomenda.

COMO FUNCIONA?
A encomenda é pré-preenchida com os dados que habitualmente utiliza - morada faturação, morada de entrega, forma de envio e tipo de pagamento. Para finalizar o processo, necessita apenas de confirmar os dados.

POSSO UTILIZAR OS MEUS VALES?
Vales e outros descontos que se encontrem no prazo de validade, serão igualmente considerados automaticamente na encomenda.

CONSIGO ALTERAR OS DADOS DA ENCOMENDA?
Sim. Antes de confirmar, tem ainda a possibilidade de alterar todos os dados e opções de compra.

EXCEÇÕES
O botão do Checkout Expresso só será visível se:
  • Selecionar previamente, na Área Cliente, as moradas habituais de envio e de faturação;
  • Associar uma conta wallet, quando a morada de envio selecionada é no estrangeiro;
  • Não incluir artigos escolares na encomenda.