Procurai a minha face

de John Updike

editor: Livraria Civilização Editora, outubro de 2007
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Procurai a Minha Face é o retrato comovente de uma pintora cuja vida a tornou numa figura-chave na história da arte do pós-guerra americano. Uma artista respeitada, Hope Chafetz é também famosa por ser a mulher do lendário artista Zack McCoy, o estonteante Expressionista Abstracto cuja vida terminou com um acidente de automóvel. Num dia de Primavera em Vermont, uma pintora de setenta e nove anos Hope Chafetz conta a história da sua vida a Kathryn, uma jovem entrevistadora de Nova Iorque. As perguntas fazem com que Hope regresse à sua juventude, aos dias conturbados do pós-guerra da arte americana e aos seus relacionamentos com os artistas que marcaram os seus tempos. À medida que o tempo vai passando - entrevistadora e entrevistada - tentam compreender-se mutuamente através da diferença de idade, da experiência e do tempo que existe entre elas. E subtilmente, enquanto se vão conhecendo uma à outra, o seu relacionamento muda.

«John Updike disseca a alma americana como poucos.»
Eduardo Pitta, Público

"Fascinante, perturbador, imperdível. Tão contagiante como tudo o que Updike tem feito."
Spectator

"Grava as suas imagens na mente do leitor."
The Times

"Um dos escritores mais ricos, que mais apela aos sentidos, a emergir em qualquer lado, em qualquer tempo. A compreensão de Updike sobre o que é serse humano e estar-se vivo é inigualável. Um trabalho subtil, honesto, que ganha força através do poder das suas múltiplas verdades."
Irish Times

Procurai a minha face

de John Updike

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722624091
Editor: Livraria Civilização Editora
Data de Lançamento: outubro de 2007
Idioma: Português
Dimensões: 156 x 233 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 268
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722624091
e e e e E

A afirmação da contemporaneidade

G. Phalempin

Para quem, como eu, debruça as suas preferências literárias sobre os clássicos, descurando os autores contemporâneos e a vulgaridade que podem revestir, Updike, falecido em 2009, deixou-nos uma obra vasta, diversa e envolvente. Possuidor de uma capacidade de descrição invulgar, pormenorizada e nunca enfadonha, Updike é um dos justificadamente proeminentes nomes do nosso tempo.

John Updike

John Updike nasceu em 1932 em Shillington, na Pensilvânia. Licenciou-se na Universidade de Harvard em 1954. Trabalhou no The New Yorker nos anos 50, onde publicou poemas, contos, ensaios e recensões. Updike viveu em New England, cenário da maior parte dos seus livros, e em Massachusetts, onde faleceu a 27 de Janeiro de 2009, vitima de um cancro pulmonar. Teve quatro filhos.
Foi autor de uma obra extensa, que abrange romances, colectâneas de poesia, contos, ensaios e até mesmo crítica literária sobre alguns dos melhores escritores contemporâneos.
Updike observou o quotidiano que o rodeava e frequentemente levava o leitor a reconhecer e a questionar ideias preconcebidas. Desde o início da sua carreira que as questões existenciais estiveram no âmago da sua obra.

(ver mais)
Ponto Último e Outros Poemas

Ponto Último e Outros Poemas

10%
Livraria Civilização Editora
5,00€ 10% CARTÃO
Regressa, Coelho

Regressa, Coelho

10%
Livraria Civilização Editora
9,00€ 10% CARTÃO
O Coração dos Ponders

O Coração dos Ponders

10%
Relógio D'Água
12,12€ 10% CARTÃO
O Beijo da Mulher Aranha

O Beijo da Mulher Aranha

10%
Relógio D'Água
15,14€ 10% CARTÃO