10% de desconto

Praça do Rossio, N.º 59

de Jeannine Johnson Maia

Livro eBook
editor: Casa das Letras, maio de 2018
Lisboa, 1941. Nove dias mudarão as vidas de uma mulher e de um homem para sempre.
VENDA O SEU LIVRO i
Lisboa, abril de 1941. Em apenas nove dias, as vidas de uma mulher e de um homem mudarão para sempre. Vinda de Marselha, Claire, uma franco-americana de 17 anos, desembarca do comboio na estação do Rossio. À chegada, o seu caminho cruza-se - de maneira pouco agradável - com o de um jovem empregado do café Chave d’Ouro. Desenhador (e carteirista) nos tempos livres, António testemunha em primeira mão e tira partido dos conluios entre os espiões que se passeiam livremente pela capital portuguesa.

Enquanto aguarda pela família, na esperança de poderem partir juntos para os Estados Unidos, Claire vai à procura de duas crianças separadas dos pais à força e abandonadas à sua sorte, que transportam, sem saber, um segredo perigoso. António, chocado com o assassinato de um amigo, refugiado alemão raptado pela PVDE, tenta descobrir o responsável pelo crime. As investigações de ambos - e as suas vidas - vão cruzar-se, sem apelo nem agravo, à medida que descobrem que os desaparecimentos estão relacionados com um objeto que os nazis procuram em Lisboa. 

Numa cidade repleta de espiões, intrigas e traição, a posse de tal objeto pode representar uma sentença de morte. Mas pode ser bem mais angustiante ter de decidir entre o amor e o dever.

Praça do Rossio, N.º 59

de Jeannine Johnson Maia

Propriedade Descrição
ISBN: 9789897419225
Editor: Casa das Letras
Data de Lançamento: maio de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 157 x 235 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 328
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789897419225
e e e e E

Adorei

Gira livro meu

Um livro que nos leva numa viagem ao passado. Lisboa no seu melhor, segredos, espiões, mistério e muito amor

e e e e E

Gostei muito!

Liliana Vieira

Uma história algo triste, mas bonita e que demonstra como nós, tendo ao nosso lado as pessoas certas, conseguimos superar todos os obstáculos. E, além de me ter proporcionado bons momentos de leitura, este livro permitiu-me descobrir factos da história portuguesa sobre os quais pouco sabia. Recomendo.

e e e e E

Lisboa, cidade abertamente fechada

Fernando Flores

A situação de Portugal durante a 2ª Guerra Mundial tem sido um terreno fértil para romances que nos relatam aqueles dias em que Lisboa era uma cidade que fervilhava de refugiados, espiões e polícias secretas. Em Lisboa nasceram muitas histórias que nos mostram a falsa neutralidade do regime salazarista. "Praça do Rossio, nº59" conta-nos mais uma dela com muito bom ritmo, mistério e esperança. Um livro que vale a pena ler, porque afinal nos fala da nossa própria história e, por isso, nos ajuda a perceber o nosso país.

e e e e e

Óptima sugestão de leitura

João Costa Maia

Para quem ainda não leu, aconselho a leitura. É um romance histórico, bem documentado, com uma escrita fluída e entusiasmante. Excelente narrativa sobre a sociedade conservadora daquela época e a realidade de uma Europa assolada pela guerra. Fico à espera de saber mais sobre os protagonistas deste romance.

e e e e E

Foi assim...

Eduarda Bandeira

Comprei o livro assim que saiu, gosto de ficção com base histórica. Este dececionou-me: falta profundidade às personagens, encontrei algumas incongruências e uma revisão mais séria teria evitado lapsos de estrutura e linguagem. Penso, no entanto, que a história assenta numa base sólida, bem documentada e o facto de a ação percorrer pontos reais de uma cidade, que podem ainda hoje ser visitados, confere autenticidade ao enredo.

e e e e e

Excellent Read

Yasmin

Uma leitura fascinante, todos os personagens foram tão bem descritos que nos sentimos ligados ao que aconteceu com eles. O aspecto histórico bem pesquisado e apresentado fez-me desejar aprender mais sobre aquele período da história de Lisboa. As descrições visuais transportam o leitor para aquele período da história de uma forma tão mágica, que me levou a sentir o cheiro da fumaça do café e visualizar o mar cintilante do porto! A intriga faz-nos desejar continuar a ler o livro, mesmo depois de terminado. Espero que o autor considere continuar com a história e escreva um segundo livro!! Such a lovely read, all the characters were so well written that you felt invested in what happened to them. The historical aspect of the story was so well researched and presented that it made me want to go and learn more about that period of Lisbon’s history. The visual descriptions transported you to that time in history in such a magical way, I could smell the smoke from the cafe and visualise the sparkling sea from the port! The intrigue of the story made you want to go on reading when the book ended. I hope the author considers continues with the story and writes a second book!!

e e e e e

Se aprecia história e uma boa história, vai gostar deste livro

Phyllis H

Que delícia encontrar um livro de ficção histórica bem escrito e com uma sólida pesquisa sobre Lisboa em 1941. Portugal foi neutro durante a Segunda Guerra Mundial e Lisboa tornou-se um centro de intriga com os aliados e os poderes do eixo que lá operavam. Devido à neutralidade de Portugal, refugiados de toda a Europa encontraram aqui a esperança de conseguir transporte para a América. O leitor acompanha a condição dos refugiados através dos olhos de Claire, uma refugiada de França, e os problemas enfrentados por António, um residente local, que tenta sobreviver a uma cidade fraturada. Estes dois personagens mostram o lado humano em circunstâncias complicadas, perigosas e muitas vezes dolorosas. Se aprecia história e uma boa história, vai gostar deste livro. What a delight to find a well-written and well-researched book of historical fiction about Lisbon in 1941. Portugal was neutral during World War 2, and Lisbon became a center of intrigue with both allied and axis powers operating there. Because of Portugal’s neutrality, refugees from all over Europe fled there in the hope of getting transportation to America. The reader experiences the plight of refugees through the eyes of Claire, a refugee from France, and the problems facing Antonio, a local, trying to survive in a fractured city. These two characters put a human face on complicated, dangerous and often heartbreaking events. If you love history and a good story, you will enjoy this book.

Jeannine Johnson Maia

Antes de se mudar para Portugal, Jeannine Johnson Maia trabalhou como jornalista na Bélgica e na cidade de Washington. Na qualidade de assessora de imprensa, integrou a missão norte-americana junto da União Europeia, em Bruxelas. Estudou nos Estados Unidos da América e em Itália, ensinou Inglês em França e viveu em Cabo Verde. A atração pelas viagens e pelas complexas relações entre os países levaram-na a licenciar-se em Política Externa pela Universidade da Virgínia (EUA), a concluir um mestrado em Economia, Estudos Europeus e Relações Internacionais na Johns Hopkins School of Advanced International Studies (EUA) e a obter um segundo mestrado em Escrita Criativa na Universidade de Lancaster (Reino Unido). Jeannine anda sempre em busca da história por detrás da História e acha que os passeios à beira-mar são a melhor forma de terapia. Mora em Gaia, a poucos passos do Porto, uma cidade que considera irresistivelmente fotogénica. O Rapaz do Douro é o seu segundo romance, que sucede a Praça do Rossio, N.º 59.

(ver mais)
Adoração

Adoração

10%
Editorial Teorema
16,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Chalet das Cotovias

O Chalet das Cotovias

10%
Parsifal PT
14,95€ 10% CARTÃO