Outubro negro

de Catarina Janeiro

Livro eBook
editor: Coolbooks
«Quem com fogo mata, com fogo morre.»

Albano é um homem reservado, médico num hospital psiquiátrico, e é na sua profissão que tem focado todas as suas energias e expectativas ao longo dos últimos 24 anos. Disciplinado e racional por natureza, encerrou dentro de si as tragédias que marcaram a sua vida.

A morte do seu melhor amigo, Augusto, num tempestuoso dia de outubro, seguida da morte da sua única namorada, roubaram-lhe o fim da adolescência e moldaram a sua vida futura.

Repetições de um passado negro, marcado pela morte e vingança e há muito esquecido, obrigam Albano a recordar a altura mais difícil da sua vida. Acontecimentos bizarros e inexplicáveis obrigam-no a confrontar o real e o sobrenatural, o bem e o mal, o seu presente e o seu passado.

Outubro negro

de Catarina Janeiro

ISBN: 978-989-766-068-9
Editor: Coolbooks
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 235 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 256
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Literatura Fantástica
EAN: 978989766068912
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Para ler sem parar!

Rute Marcelino

Este livro foi surpreendente! Cativante desde o primeiro momento! Foi impossível parar de ler até saber o desenlace final. Está muito bem escrito, as ideias estão tão bem encaixadas que se tornava fácil imaginar todos os cenários e quase viver os rumos sombrios que a história tomou. De tal forma me senti dentro da história que fiz questão de ler de noite e sozinha e todos os barulhinhos me faziam saltar! E no final ficou aquela sensação de querer saber mais! Algo ficou em stand by e senti que queria saber já o quê...este é um bom livro para um segundo volume!

Catarina Janeiro

Catarina Janeiro nasceu a 10 de outubro de 1979, em Abrantes e à luz de vela, por causa de uma forte tempestade. Desde cedo que a necessidade da escrita se impôs mas foi a Psicologia que escolheu como área de estudo e trabalho. Licenciou-se em Psicologia pela Universidade de Lisboa em 2002 e exerce essa profissão desde então. A diversidade emocional e o poder da relação que o ser humano tem a capacidade de estabelecer mantêm-na intrigada até hoje e é sobretudo nesses pressupostos que se baseia a sua escrita ficcional.

(ver mais)