10% de desconto

Os Cinco e o Comboio Fantasma

Volume 7

de Enid Blyton

editor: Oficina do Livro, outubro de 2012
Os Cinco heróis desta história são o JÚLIO, o DAVID, a ANA, a ZÉ e o TIM, que é um cão. Juntos envolvem-se em aventuras e confusões.

SERÁ QUE IRÃO CONSEGUIR RESOLVER ESTE MISTÉRIO?

Os Cinco vão acampar numa charneca solitária e selvagem. E um senhor idoso fala-lhes nos misteriosos comboios-fantasma que aparecem a meio da noite, sem luz nem condutor, e depois se desvanecem no ar.

E os Cinco estão empenhados em descobrir o que se passa…

Os Cinco e o Comboio Fantasma

Volume 7

de Enid Blyton

Propriedade Descrição
ISBN: 9789895559862
Editor: Oficina do Livro
Data de Lançamento: outubro de 2012
Idioma: Português
Dimensões: 138 x 209 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 216
Tipo de produto: Livro
Coleção: Os Cinco
Classificação temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Literatura Juvenil
EAN: 9789895559862
e e e e e

Muito bom como sempre

Verónica Correia

Sem dúvida,Os Cinco e o Comboio Fantasma foi um dos livros que mais adorei porque está repleto de magia,aventura e mistério.A escritora conseguiu que os seus livros fossem inspiradores,surpreendentes e inalcançáveis.Desde que eu comecei a ler Enid Blyton nunca mais parei.O meu sonho era ser como este grupo de jovens,aventureiros e ser amiga de alguém como eles são.

e e e e e

Uau! Lindo, como sempre!

FC

Bom, vou começar por dizer que, sem dúvida, adorei este livro repleto de magia e aventura, como todos os outros! São inspiradores, surpreendentes, inalcançáveis... Eu comecei a ler Enid Blyton e posso garantir que NUNCA mais vou parar! O meu sonho é poder ser como Os Cinco e ser amiga de alguém como eles são... Há poucos os que têm oportunidade, ainda menos os que a aproveitam...

e e e e E

Sempre actual!

Paula Lopes

Quando recordo os meus tempos de leitura na infância, esta colecção está sempre presente. Torna-se tão actual, que o meu filho adora!

e e e e E

Sem dúvida, uma aventura!

Sónia Santos

O livro dos cinco é sem dúvida um livro repleto de mistérios e aventuras que transportam as nossas crianças para uma viagem sem igual. Vale a pena ler!

Enid Blyton

Uma das autoras de literatura infantil e juvenis mais célebres mundialmente, Enid Blyton estudou para ser professora primária, em Ipswish High School. Mais tarde, apercebeu-se que ser professora não era a sua vocação, por isso começou a escrever. Mas como no início teve dificuldades em encontrar uma editora, não deixou de ser professora. O seu primeiro poema Have You?, foi publicado em 1917 na Nash’s Magazine. O seu primeiro livro Child Whispers, uma coleção de versos, surgiu em 1922. Seguiu-se Real Fairies: Poems (1923), Responsive Singing Games (1923), The Enid Blyton Book of Fairies (1924), Songs of Gladness (1924) e The Zoo Book (1924). Em 1924 casou-se com o editor do departamento de livros da George Newnes, Hugh Pallack. Em 1931 teve a sua primeira filha, Gillion e , 4 anos depois, Imagen. Em 1938, surgiu a primeira grande aventura juvenil The Secret Island, seguiu-se Os Cinco, Os Sete, as séries Mistério e o livro Barney’ Mystery. Durante a Segunda Guerra Mundial, Blyton conseguiu que os seus livros fossem impressos, apesar da censura existente. Em 1940, foram impressos onze livros com o seu nome, incluindo The Secret of Spiggy Holes, Twenty-Minute Tales, Tales of Betsy May e The Children of Cherry Tree Farm. Com o pseudónimo de Mary Pollock, escreveu Three Boys and a Circus e Children of Kidillin. Enid Blyton e o seu marido divorciaram-se em 1942. Passado alguns meses escreveu Os Cinco na Ilha do Tesouro. No ano seguinte, casou novamente, mas agora com Kenneth Waters, e a partir daí começou a escrever mais. Em 1949, Blyton publicou Little Noddy Goes to Toyland, uma história de um pequeno brinquedo que acaba sempre por se envolver em confusões. As vendas excederam as expectativas e outros livros de Noddy com diferentes tamanhos e tipos sucederam-se rapidamente. Entre 1950 e 1960, Blyton foi atacada pela crítica e várias sanções foram impostas aos seus livros devido ao vocabulário limitado, tendo sido lançados, inclusive, rumores de que Blyton não era autora de todos os seus livros. No início dos anos 60, a falta de concentração de Blyton foi acrescida pela doença. Blyton morreu a 28 de Novembro de 1968 em Hampsted. Era capaz de acabar uma aventura dos Cinco com 50 000 palavras numa semana. Foi criticada pelos pedagogos devido aos estereótipos social, racial e sexual. Publicou mais de 600 livros infantis e juvenis. As suas obras foram traduzidas em cerca de 70 línguas e até 1980 foram vendidos mais de 60 milhões volumes. No final de 1990, mais de 300 títulos de Blyton eram ainda impressos, incluindo edições como os Cinco.

(ver mais)
Os Cinco Voltam à Ilha

Os Cinco Voltam à Ilha

10%
Oficina do Livro
10,90€ 10% CARTÃO
Os Cinco na Ilha do Tesouro

Os Cinco na Ilha do Tesouro

10%
Oficina do Livro
10,90€ 10% CARTÃO
Os Mini Cinco - As Primeiras Aventuras

Os Mini Cinco - As Primeiras Aventuras

10%
Oficina do Livro
14,90€ 10% CARTÃO
Uma Aventura nas Férias

Uma Aventura nas Férias

10%
Oficina do Livro
8,85€ 10% CARTÃO