Os Cabeços das Maias

de Célio Rolinho Pires

editor: Edição do Autor
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Este livro é uma tese em que o autor procura provar que algumas formas e marcas nas Pedras a céu aberto não são um produto da erosão mas sim de um povoamento e cultura(s) anteriores à romanização. Teve na sua origem o encontro não meramente ocasional de seis monólitos graníticos, sitos na Cornusela (Sortelha - Sabugal) que o autor começou por designar de Pedras Representativas primeiro, Sagradas depois e finalmente de Santuário Rupestre Lusitano.
Os nomes para os monólitos e a sua inter-relação funcional no domínio do Sagrado têm a ver com os textos das inscrições lusitanas do Cabeço das Fráguas (Sabugal), de Lamas de Moledo (Castro Daire) e de Arroyo del Puerco (Cáceres - Espa nha), cuja proposta de leitura o autor apresenta na página 89 e seguintes. Importante para a análise e o desenvolvimento deste trabalho inédito é a relação, por vezes, intrínseca e directa das várias teses apresentadas com a cultura popular, nomeadamente, o vocabulário, a toponímia rural, as lendas, alcunhas, costumes, tradições, etc.
Este livro é a "mater" de dois outros que o explicitam e prolongam - O País das Pedras (2001) e Na Rota das Pedras (2011) - representando esta tríade, em termos de tempo, mais de vinte anos de trabalho do seu autor sobre a temática das Pedras no que respeita à sua simbologia, interpretação e significado.

Os Cabeços das Maias

de Célio Rolinho Pires

ISBN: 9789729679704
Editor: Edição do Autor
Idioma: Português
Dimensões: 159 x 217 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 180
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > História > História em Geral
EAN: 9789729679704
Edição do Autor
12,00€ 10% CARTÃO
Chiado Books
20,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Desassossego
19,98€ 22,20€
portes grátis