O Mestre de Nós Todos

Antologia de João de Araújo Correia

de João de Araújo Correia

editor: Campo das Letras, abril de 1999
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
"Mestre de nós todos, que andamos há cinquenta anos a lavrar nesta terra ingrata e ímproba seara branca do papel almaço, e somos velhos, gloriosos ou ingloriosos, pouco importa; mestre dos que vieram no intermezzo da arte literária com três dimensões para a arte literária sem gramática, sem sintaxe, sem bom senso, sem pés nem cabeça; e mestre para aqueles que terão de libertar-se da acrobacia insustentável e queiram construir obra séria e duradoura". Aquilino Ribeiro

O Mestre de Nós Todos

Antologia de João de Araújo Correia

de João de Araújo Correia

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726102335
Editor: Campo das Letras
Data de Lançamento: abril de 1999
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 496
Tipo de produto: Livro
Coleção: Campo da Literatura
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
EAN: 9789726102335
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
João de Araújo Correia

João de Araújo Correia nasceu no primeiro dia do ano de 1899, em Canelas do Douro. Frequentou a escola primária na Régua. No liceu de Vila Real fez exame de Francês e Inglês. Para prosseguir os estudos, partiu para o Porto e aí frequentou a Escola Académica antes de ingressar na Faculdade de Medicina. Devido a doença, teve de interromper o curso, que concluiu apenas seis anos mais tarde. Aproveitou a convalescença para ler e escrever, para se cultivar e refletir. Nesse período, iniciou a sua colaboração na imprensa regional. Em 1922, casou com Maria da Luz de Matos Silva, de quem teve cinco filhos. Fixou-se na Régua. Em 1935, fundou, com dois amigos, a Imprensa do Douro, que publicou quase todos os livros do escritor. A sua verdadeira estreia literária foi em 1938, com Sem Método. Médico a tempo inteiro e escritor de "horas mortas", João de Araújo Correia desenvolveu, contudo, uma intensa atividade literária, publicando com regularidade contos, crónicas, ensaios, sem esquecer a colaboração na imprensa regional e nacional. Em 1969, foi-lhe atribuído o Prémio Nacional de Novelística. Morreu a 31 de Dezembro de 1986 e foi sepultado em Canelas do Douro. Algumas Obras: Sem Método (1938); Contos Bárbaros (1939); Contos Durienses (1941); Terra Ingrata (1946); Três Meses de Inferno (1946); Cinza do Lar (1951); Folhas de Xisto (1959); Manta de Farrapos (1962); Montes Pintados (1964); Horas Mortas (1968); Pó Levantado (1974); Pontos Finais (1975); Outro Mundo (1980).

(ver mais)
Romance Negro e Outras Histórias

Romance Negro e Outras Histórias

10%
Campo das Letras
12,95€ 10% CARTÃO
Mandrake

Mandrake

10%
Campo das Letras
12,95€ 10% CARTÃO
Cartas da Montanha

Cartas da Montanha

10%
Âncora Editora
9,90€ 11,00€
Manta de Farrapos

Manta de Farrapos

10%
Âncora Editora
13,00€ 10% CARTÃO