Numa Cidade Feliz

de João Lobo Antunes

editor: Gradiva, abril de 1999
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
João Lobo Antunes, 55 anos, Professor Catedrático da Faculdade de Medicina de Lisboa e Director dos Serviços de Neurocirurgia do Hospital de Santa Maria, publica um livro de ensaios recentes, que vão desde a evocação de Margarida Vieira Mendes à sua visão da obra de artistas como Paula Rego ou Pedro Croft, de considerações sobre a Medicina, a Educação, a Saúde, o Ensino..., escritos como se fossem diagnósticos («Penso que o livro reflecte - como, de resto, a minha actuação cívica - o perfil daquilo que sou: médico. Esses meus actos críticos são diagnósticos. Que só se podem fazer guardando uma certa distância e uma certa liberdade. A liberdade no diagnóstico só pode nascer de uma grande tranquilidade profissional. E eu já fiz mais ou menos tudo o que pretendia na vida em termos profissionais e científicos.» in entrevista ao JL, 3.11.99).

João Lobo Antunes, irmão do romancista e psiquiatra António Lobo Antunes, licenciou-se em Medicina com nota máxima, fez o doutoramento na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, onde trabalhou doze anos e foi galardoado com o Prémio Pessoa em 1996.

«Notável, absolutamente notável, este livro de João Lobo Antunes! Pela escrita (excelente) pela desassombrada lucidez crítica, pela espantosa cultura, infelizmente rara num homem de ciência e num prático da Medicina Cirúrgica. Em quinze ensaios, escritos entre 96 e 99, João Lobo Antunes mostra-se igualmente à vontade numa oração de sapiência ou num texto pessoalíssimo como o evocativo de Margarida Vieira Mendes, e mostra-se tão conhecedor dos segredos da sua profissão quão íntimo de escritores como Montaigne e António Vieira ou de artistas como Paula Rego e José Pedro Croft, revelando-se ainda disponível para pensar filosoficamente algumas das últimas propostas de Fernando Gil.» Rodrigues da Silva, JL, 3.11.99

Numa Cidade Feliz

de João Lobo Antunes

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726627043
Editor: Gradiva
Data de Lançamento: abril de 1999
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 264
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Outros Livros em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9789726627043
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
João Lobo Antunes

João Lobo Antunes (n. 4 de Junho de 1944) foi um neurocirurgião português e irmão do escritor António Lobo Antunes. O seu pai, neurologista, colaborou de perto com Egas Moniz, personalidade que o influenciou desde novo. O seu tio-avô é considerado o pai da Neurocirurgia portuguesa, tendo tido como mestre Victor Horsley, um dos pais da Neurocirurgia moderna.

Licenciou-se em 1968 em Medicina na Universidade de Lisboa. Três anos após terminar a licenciatura, obteve uma bolsa Fulbright e foi para os Estados Unidos, onde permaneceu entre 1971 e 1984, e trabalhou no Departamento de Neurocirurgia de Nova Iorque (Universidade de Columbia), onde foi nomeado Professor Associado de Neurocirurgia. Doutorou-se em Medicina, pela Universidade de Lisboa, em 1983. Um ano mais tarde regressou a Portugal como Professor Catedrático de Neurocirurgia da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Durante o ano de 1990 foi vice-presidente para a Europa do World Federation of Neurosurgical Societies; em 1999 ocupou o cargo de presidente da Sociedade Europeia de Neurocirurgia e em 2000 preside à Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa.

Foi professor convidado da Universidade de Pequim (2001), membro do conselho editorial de diversas revistas científicas, da Academia Portuguesa de Medicina e de numerosas sociedades científicas europeias e norte-americanas.

Durante 1996 foi presidente do Conselho Científico da Faculdade de Medicina de Lisboa. Naquele ano, João Lobo Antunes foi a décima personalidade a receber o Prémio Pessoa.

É autor de mais de 150 trabalhos científicos e editou quatro livros. O gosto pelas escrita levou-o a publicar 4 coletâneas de ensaios: "Um Modo de Ser" em 1996, "Numa cidade feliz" em 1999, "Memória de Nova Iorque e outros ensaios", em 2002 e "Sobre a mão e outros ensaios" em 2005.

Foi mandatário nacional das candidaturas de Jorge Sampaio (em 1996) e de Cavaco Silva (2006) à Presidência da República, tendo ambos ganho a eleição. Cavaco Silva nomeou-o para o Conselho de Estado português.

Os objetos de estudo de João Lobo Antunes foram principalmente o hipotálamo e a hipófise. Em 1982/83 foi o primeiro médico da História a implantar o olho eletrónico num invisual. Desde então esse implante já foi realizado em 15 invisuais, permitindo-lhes visualizar algumas formas e distinguir certas cores.

Foi Diretor do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Santa Maria, Presidente da Academia Portuguesa de Medicina e presidente do Instituto de Medicina Molecular.

Faleceu em outubro de 2016.

(ver mais)
Um Neurocirurgião em Construção

Um Neurocirurgião em Construção

10%
Gradiva
17,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Um Modo De Ser

Um Modo De Ser

10%
Gradiva
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis