20% de desconto

Matei um Homem

de Alexandra Carita

editor: Alêtheia Editores, junho de 2007
A primeira obra de ficção da jornalista Alexandra Carita que relata na primeira pessoa um crime e como as paixões podem conduzir a actos desesperados. Um romance intenso e empolgante.


"Uma das conquistas deste livro prende-se com o pacto ficcional que a jonalista, agora ficcionista, estabelece com o leitor: há um efeito de sinceridade tal na expressão daquela mulher, que quem está a ler acredita que entrou na psique de alguém louco, o que é simultaneamente apaixonante e aterrador. E, à medida que a narrativa avança, também a solidariedade com a personagem se estreita."
Andreia Brites, Agosto 2007

«Matei um homem. Não me importei. Não foi por mal nem por bem. Apeteceu-me. Podia ter morto dois, ou três, ou sei lá quantos. Podia ter morto uma mulher. Calhou ser aquele. Não o escolhi. Não o conhecia. Matei-o. Matei-o porque queria libertar-me. Queria explodir. Não senti nada. Matar não custa nada. Não é bom, não é mau. Não é nada de especial. Não me lembro da cara dele. Quero lá saber. Se tinha família ou não, aquelas coisas. Não me interessa. Mateio. Consegui gritar, insensível. Mas não aconteceu mais nada. Não sei onde ficou a paz e a liberdade que eu procurava. Vim aqui parar. Mas antes, fiquei lá. Sentei-me no chão, depois deitei-me.»

Matei um Homem

de Alexandra Carita

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896221027
Editor: Alêtheia Editores
Data de Lançamento: junho de 2007
Idioma: Português
Dimensões: 128 x 219 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 114
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896221027
Alexandra Carita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa e com uma pós-graduação em Tradução de Alemão pela Universidade de Mainz, Alexandra Carita é natural de Portalegre, mas viveu até aos 18 anos na pequena aldeia de Beirã, no sopé de Marvão.
Iniciou a sua atividade profissional em 1993 como revisora de tradução, ao mesmo tempo que se estreou no jornalismo com pequenas recensões críticas no jornal A Capital, onde trabalhou durante seis anos. Foi editora de Cultura da revista Focus, colaboradora do DNA, Grande Reportagem, Pública e Egoísta, entre outras publicações. Atualmente integra os quadros do semanário Expresso.
Como tradutora, destaque para a versão portuguesa da teoria teatral de Bertolt Brecht utilizada no livro «Estética Teatral: de Platão a Brecht», de Helena Barbas, Gulbenkian, 1994. Desde 2000 que publica a coleção de livros infantis «Carlota».

(ver mais)
Dizer o Mundo

Dizer o Mundo

20%
Relógio D'Água
14,00€ 17,50€
portes grátis
Fados Nossos

Fados Nossos

20%
Alêtheia Editores
14,54€ 18,17€
portes grátis
O Labirinto Vertiginoso

O Labirinto Vertiginoso

20%
Alêtheia Editores
12,80€ 16,00€
portes grátis
Em Casa com a Vanessa

Em Casa com a Vanessa

20%
Alêtheia Editores
11,20€ 14,00€
portes grátis