Lisboa a 24 Imagens

Livro 1

de Manuel Costa e Silva

editor: Editorial Caminho, abril de 1994
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Graças às histórias e aos mitos do cinema, os filmes deram-nos a conhecer inúmeras cidades, a sua geografia, a sua arquitectura, o seu retrato imaginário ou o seu verdadeiro rosto. Lisboa a 24 Imagens é uma recolha de textos inéditos de autores portugueses (Das Palavras às Imagens - Lisboa entre as palavras dos livros e as imagens dos filmes), de realizadores e actores estrangeiros (Os Olhares Estrangeiros - A cidade reiventada pelos que vieram de longe), e de realizadores portugueses (Visões da Cidade - Viver, morrer e filmar em Lisboa). O texto é complementado com 16 páginas de fotografias a 4 cores.

Lisboa a 24 Imagens

de Manuel Costa e Silva

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722109604
Editor: Editorial Caminho
Data de Lançamento: abril de 1994
Idioma: Português
Dimensões: 180 x 250 mm
Páginas: 122
Tipo de produto: Livro
Coleção: Fora de Colecção - Diversos
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Cinema
EAN: 9789722109604
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Manuel Costa e Silva

Manuel Costa e Silva nasceu em Lisboa, a 19 de março de 1938.
Concluído o liceu, muda-se para Áustria onde ingressa num curso superior de Engenharia de Máquinas. Após dois anos, em 1959, abraça o cinema e muda-se para Paris.
Aluno do IDHEC até 1961, no 2º ano é-lhe atribuída uma bolsa do Fundo do Cinema. Especializa-se em fotografia e é como operador de imagem que começa o seu trabalho no mundo cinematográfico, em especial na reportagem. Seguidamente trabalha como primeiro-assistente de operador e mais tarde como diretor de fotografia.
Durante o período de 1963-1964 é assistente de realização de três filmes rodados na Suécia.
Regressa a Portugal, desenvolvendo um atividade incessante em prol do cinema e da sua divulgação. Trabalha sucessivamente na Tóbis, na Média Filmes (da qual é um dos fundadores), na Unifilme e no Centro Português de Cinema (também um dos fundadores). No período de 1962-1965 escreve artigos para as revistas portuguesas Filme, Celulóide e Plano e a revista sueca Chaplin.
Para além do seu trabalho contínuo como diretor de fotografia e realizador, Manuel Costa e Silva teve a seu cargo inúmeros trabalhos como assistente de produção, assistente de realização, diretor de produção e produtor executivo.
Em 1967 adquire um bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para uma visita de estudo aos Estados Unidos, onde toma conhecimento de novas técnicas, estúdios e laboratórios cinematográficos.
De 1969 a 1974 dirigiu a Secção de Cinema e os Serviços de Produção do Instituto de Tecnologia Educativa.
De 1985 a 1986 pertenceu à Direção do Festival Internacional de Cinema de Tróia, do qual foi um dos fundadores.
Teve intermitente atividade letiva na Escola de Cinema do Conservatório Nacional, na área de Câmara e Iluminação.
Foi professor da Escola Superior de Teatro e Cinema.
Criador e diretor dos Encontros Internacionais do Cinema Documental, no Centro Cultural da Malaposta.
Manuel Costa e Silva foi um grande divulgador das obras de ficção, especialmente de documentários através dos festivais que dirigiu.
Faleceu a 26 de janeiro de 1999.
Sobre este autor consulte o Dicionário do Cinema Português 1962-1988 (pp. 364-366), de Jorge Leitão Ramos, publicado pela Editorial Caminho.

(ver mais)
Uma Vida em História

Uma Vida em História

10%
Editorial Caminho
31,70€ 10% CARTÃO
Vontades

Vontades

10%
Editorial Caminho
15,14€ 10% CARTÃO