História de um Amor

de Guillermo Mordillo

editor: Booktree, abril de 2004
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
História de um Amor, é uma obra inédita que surge em Portugal em simultâneo com diversos outros países (com uma dedicatória muito especial dirigida a um grande amigo e editor, Marcelo Ravoni, recentemente falecido).

História de um Amor

de Guillermo Mordillo

Propriedade Descrição
ISBN: 9789728718961
Editor: Booktree
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 180 x 240 x 20 mm
Encadernação: Capa dura
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Banda Desenhada > Humor
EAN: 9789728718961
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Guillermo Mordillo

Guillermo Mordillo é um dos raros autores cuja obra tem marcado de forma inconfundível o imaginário de várias gerações, continuando ainda hoje a provocar um sorriso de felicidade a milhões de pessoas em todo o mundo, sem que para tal necessite de recorrer a uma única palavra ou som.
Os seus personagens, homens, mulheres e "bichos", todos eles pequeninos e curvilíneos, dotados de grandes narizes, conjungam de forma única e inimitável o racional com o absurdo, o possível com o impensável, surpreendendo-nos ainda hoje e ao fim de mais de trinta anos de carreira, pela sua poesia e encanto. "Sem todos estes simpáticos amigos que me têm fielmente acompanhado ao longo destes 36 anos, sentir-me-ia terrivelmente só. São eles que me dão coragem e que permitem que eu continue a sonhar. É graças a eles que realizo muito daquilo que, de outra forma, jamais conseguiria fazer sozinho!"
Guillermo Mordillo nasce em Buenos Aires em Agosto de 1932. Em 1950, ilustra livros para crianças e dedica-se ao desenho animado. Em 1955, é desenhador na agência de publicidade McCann Erikson em Lima. Continua a ilustrar livros para crianças, bem como postais humoristícos. Nos anos 60, parte para Nova Iorque e realiza desenhos animados nos estúdios da Paramount Pictures (Popeye e Little Lulu). Em 1963, em Paris, cria os seus primeiros cartoons. Em 1974, a televisão francesa exibe uma série de cinco curtas metragens de Mordillo. Inaugura nesse mesmo ano, uma exposição do artista na "Cidade Luz", seguindo-se em 1975 uma grande exposição, em Barcelona. Nesta última década, Guillermo Mordillo viu serem-lhe atribuídos inúmeros prémios e distinções pelos seus múltiplos trabalhos. Contam-se entre muitos outros: a medalha de prata da 5ª Bienal Internacional dos desenhadores de humor, em Tolentino, Itália, o prémio Loisirs Jeunes, em Paris, o prémio Critiques en Herbe, em Bolonha, a medalha de prata do festival internacional dos desenhadores de humor em Sarajevo, Jugoslávia, o prémio Phenix do humor, a medalha da União dos Desenhadores Argentinos.

(ver mais)