Ganhe até 10€

Globalização - A Grande Desilusão

de Joseph E. Stiglitz

editor: Terramar, dezembro de 2004
GANHE ATÉ 10€ i VENDA O SEU LIVRO i

Esta obra, baseada nas vivências de Joseph E. Stiglitz como reputado economista, como presidente do Concelho de Consultores Económicos de Clinton e como economista principal do Banco Mundial, abre-nos uma larga janela que nos permite «ver» aspectos, até agora desconhecidos, da política económica global.
É propósito do autor provocar um saudável debate em torno de tão delicada questão, ao mesmo tempo que nos revela, em termos bem dramáticos, como é que os países em desenvolvimento sentem as barreiras económicas que se erguem no seu caminho.
Para George Soros, trata-se de um livro que «explica as limitações da política económica global. (...) Joseph Stiglitz descreve, com sensibilidade, os diversos modos como falharam as principais instituições da globalização relativamente aos países em dificuldades, que elas deveriam servir».

Globalização - A Grande Desilusão

de Joseph E. Stiglitz

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727103287
Editor: Terramar
Data de Lançamento: dezembro de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 159 x 231 x 17 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 334
Tipo de produto: Livro
Coleção: Actualidades
Classificação temática: Livros em Português > Economia, Finanças e Contabilidade > Economia Livros em Português > Política > Política Internacional
EAN: 9789727103287
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Notável

R.M.

O livro explora como a globalização, embora tenha prometido prosperidade e igualdade, falhou em cumprir as suas promessas. Stiglitz argumenta que a forma como a globalização foi implementada acabou por beneficiar apenas uma minoria privilegiada, enquanto deixava a maioria da população mundial em desvantagem

Joseph E. Stiglitz

Joseph E. Stiglitz é economista, professor universitário e autor do bestseller O Preço da Desigualdade. Foi presidente do Conselho Económico da Administração Clinton e economista-chefe e vice presidente do Banco Mundial. Recebeu o Prémio Nobel da Economia em 2001. A Time considerou-o uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Recebeu a medalha John Bates Clark e atualmente leciona na Universidade Columbia, em Nova Iorque, e é economista-chefe do Roosevelt Institute.

(ver mais)