Gente Acenando para Alguém que Foge

de Paulo Faria

Livro eBook
editor: Editora Minotauro
Vencedor do Prémio Autores 2021 – Melhor Livro de Ficção Narrativa
Carlos, um homem de meia-idade, escarafuncha com o dedo na ferida aberta a que, por convenção, chamamos infância. O pai, antigo combatente, tinha com a verdade uma relação conflituosa, de que o filho se fez herdeiro.

Carlos viaja até Moçambique em busca de uma criança nativa que o pai ali deixou, cinquenta anos antes, mas esta viagem de autodescoberta revela-lhe um país bem menos propenso aos achaques da memória do que sucede com a sua sensibilidade ocidental.

Os casamentos, as guerras, as pazes podres, tudo Carlos prolonga além do seu prazo de validade. Ao longe vê passar, acenando, o amor, a ternura e as demais emoções que mitigam desencontros e nos dão a provar a felicidade que há nos outros. Não é, porém, chamado a comungar.

Gente Acenando para Alguém que Foge

de Paulo Faria

ISBN: 9789898866844
Editor: Editora Minotauro
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 234 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 246
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789898866844
e e E E E

Com potencial

F. Marques

Se em momentos parece querer descolar, na maioria prende-nos a um lavar de roupa suja pessoal que claramente é autobiográfico. Ainda aproveitável não fosse a presunção do autor visível em todo o texto.

e e e e E

Uma viagem à uma certa memória

António Mateus

Uma escrita sincera, como de quem acerta contas com a memória. Os traços autobiográficos, mesmo que doam ao autor, emergem na narrativa. É um livro, é um romance que, de alguma forma, procura, densificar, em camadas sobrepostas, uma certa verdade dos fatos.

Paulo Faria

Paulo Faria nasceu em 1967, em Lisboa. Licenciou-se em Biologia por mero acidente. É tradutor literário, tendo traduzido obras de autores como Orwell, Kerouac, Joyce, Don DeLillo e Cormac McCarthy. Viajou em busca das nascentes de algumas das obras que traduziu, o que o levou ao Tennessee, ao Texas, ao Novo México. Venceu, em 2015, o Grande Prémio de Tradução APT/SPA. Publicou Estranha Guerra de Uso Comum (Ítaca, romance, 2016), Gente Acenando para Alguém que Foge (Minotauro, romance, 2019) e crónicas nas páginas da revista Ler e do jornal Público.

(ver mais)
Editora Exclamação
13,90€ 10% CARTÃO
Editora Guerra & Paz
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis