Fita Verde No Cabelo

de João Guimarães Rosa

idioma: português do brasil, português
editor: Editora Nova Fronteira, novembro de 1992
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Numa leitura do conto de fadas 'Chapeuzinho Vermelho', Guimarães Rosa mostra a trajetória das fantasias de uma adolescente até o confronto com a morte de sua avó, quando 'mais se assustou, como se fosse ter juízo pela primeira vez'. Prêmio Jabuti de Melhor Ilustração e Melhor Produção Editorial pela Câmara Brasileira do Livro. Prêmio Adolfo Aizen da União Brasileira de Escritores. Considerado Altamente Recomendável para os Jovens pela FNLIJ. Selecionado para o Projeto Biblioteca Escolar da SEE/MG. Adquirido pela Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo.

Fita Verde No Cabelo

de João Guimarães Rosa

Propriedade Descrição
ISBN: 9788520903896
Editor: Editora Nova Fronteira
Data de Lançamento: novembro de 1992
Idioma: Português do Brasil, Português
Dimensões: 159 x 226 x 4 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 32
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Literatura Juvenil
EAN: 9788520903896
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e E E

Para Todas as idades

Hélder Rocha

É um excelente livro para iniciar as crianças na leitura de um dos autores mais importante da língua portuguesa.

João Guimarães Rosa

João Guimarães Rosa (1908-1967) nasceu em Cordisburgo, no interior de Minas Gerais. Numa entrevista de 1965, resume assim a sua biografia: «Sim, fui médico, rebelde, soldado. Foram etapas importantes de minha vida, e, a rigor, esta sucessão constitui um paradoxo. Como médico conheci o valor místico do sofrimento; como rebelde, o valor da consciência; como soldado, o valor da proximidade da morte...; e, para que isto não pareça demasiadamente simples, queria acrescentar que também configuram meu mundo a diplomacia, o trato com cavalos, vacas, religiões e idiomas.» Figura decisiva da literatura brasileira do século XX, publicou Sagarana (1946), Corpo de Baile (1956), Grande Sertão: Veredas (1956), Primeiras Estórias (1962) e Tutaméia (1967). Morreu subitamente aos 59 anos, três dias depois de tomar posse na Academia Brasileira de Letras, deixando vários inéditos e um singularíssimo arquivo literário, laboratório do seu trabalho radical sobre a língua literária.

(ver mais)
Grande Sertão: Veredas

Grande Sertão: Veredas

20%
Companhia das Letras
19,16€ 23,95€
portes grátis
Primeiras Estórias

Primeiras Estórias

10%
Tinta da China
15,21€ 16,90€