10% de desconto

Entre Silêncios

Poesia 1961-2018

de Yvette K. Centeno

editor: Glaciar, novembro de 2019
A obra poética de Yvette K. Centeno merece todo o destaque. O silêncio de que se fala no título define um sibilar de cada verso mas não deve ser sinónimo de esquecimento. O que aqui se pretende é exactamente mostrar como, ao longo dos últimos quase 60 anos, Yvette K. Centeno cantou entre silêncios como poucos.

Entre Silêncios

Poesia 1961-2018

de Yvette K. Centeno

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898950260
Editor: Glaciar
Data de Lançamento: novembro de 2019
Idioma: Português
Dimensões: 157 x 234 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 296
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789898950260
e e e e e

AMIZAR

Paulo Sérgio BEju

Também se cria amizade a um escritor, e por entremeio dos seus livros, podemos alimentar uma forma de amor, devoção, ou apenas: SABOR. Guiamo-nos por entre os poemas incendiados sobre as páginas brancas dos livros, o escritor dizendo sob a forma de ir escreVENDO. Nunca sei onde colocar a poesia de Yvette K. Centeno, pois por dentro da cabeça, é sempre uma forma de filosofia - PENSAMENTO. "ENTRE SILÊNCIOS" é uma reunião feliz de livros encontrados no tempo. Poemas para uma biblioteca interior: sobre a vida; sobre o olhar profundo, sobre o mar fundo, sobre coisas abissais. Tenho na escrita de Yvette K. Centeno, um saber maior, incomum; livros de cabeceira para todos os dias.

Yvette K. Centeno

Yvette K. Centeno nasceu em Lisboa, em 1940, numa família de origem germano-polaca. É casada, tem quatro filhos, e em sua casa a música e a literatura estiveram sempre presentes. Licenciou-se em Filologia Germânica com uma dissertação sobre O homem sem qualidades, de Musil, e doutorou-se com uma tese sobre A alquimia no Fausto de Goethe. É desde 1983 Professora Catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde fundou o Gabinete de Estudos de Simbologia, actualmente integrado no Centro de Estudos do Imaginário Literário. Ainda em estudante interessou-se por teatro, escreveu peças e rábulas, fundou o CITAC em Coimbra. Tem publicado literatura infantil, ensaio de investigação, poesia, teatro e ficção, com romances como Três histórias de amor (1994), Os jardins de Eva (1998) e Amores secretos (2006), tendo parte da sua obra traduzida em França, Espanha e Alemanha. Entre os autores que traduziu contam-se Shakespeare, Goethe, Stendhal, Brecht, Celan e Fassbinder.

(ver mais)
Do branco ao negro

Do branco ao negro

10%
Sextante Editora (chancela)
16,65€ 10% CARTÃO
portes grátis
Doze Mapas

Doze Mapas

10%
Glaciar
18,55€ 10% CARTÃO
portes grátis