Em que Momento se Tornou Portugal num País Independente

(2ª Edição)

de Diogo Freitas do Amaral

editor: Edições Tenacitas, outubro de 2001
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Neste "clássico" do pensamento ocidental, Benjamin Constant reflecte sobre duas categorias, "liberdade dos antigos" e "liberdade dos modernos", que correspondem a dois modelos de organização do poder político e da própria sociedade. De um lado a liberdade "antiga", ligada à participação política, e, do outro a liberdade "moderna", exigindo a não interferência do poder na esfera privada.

Em que Momento se Tornou Portugal num País Independente

(2ª Edição)

de Diogo Freitas do Amaral

Propriedade Descrição
ISBN: 9789729853883
Editor: Edições Tenacitas
Data de Lançamento: outubro de 2001
Idioma: Português
Dimensões: 114 x 169 x 7 mm
Páginas: 100
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > História > História de Portugal
EAN: 9789729853883
Diogo Freitas do Amaral

Diogo Freitas do Amaral foi uma figura nacional, conhecido como professor de Direito, político e escritor.
Nascido na Póvoa de Varzim, de família vimaranense, em 21 de julho de 1941, doutorou-se em 1967 e ascendeu a catedrático em 1984. Como fundador e primeiro presidente do CDS, foi um dos líderes dos quatro principais partidos políticos da Democracia portuguesa, em 1974 e anos seguintes. Foi conselheiro de Estado, Vice-Primeiro-Ministro, Primeiro Ministro interino, Ministro dos Negócios Estrangeiros (2 vezes) e Ministro da Defesa Nacional. No plano internacional, foi presidente da UEDC – União Europeia das Democracias Cristãs (1981-83) e presidente da Assembleia Geral da ONU (1995-96). De regresso a Portugal, foi co fundador e primeiro diretor da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.
Faleceu a 3 de outubro de 2019 e o País homenageou-o com honras militares, num reconhecimento sentido a um dos pais da Democracia portuguesa.

(ver mais)