Dióspiro

Poesia Reunida de 1977-2007

de Daniel Maia-Pinto Rodrigues

editor: Quasi Edições, julho de 2007
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Dificilmente se encontraria título mais feliz do que "Dióspiro" para baptizar a poesia reunida de Daniel Maia-Pinto Rodrigues. Não se pode descascá-lo com faca, como se faz às vulgaríssimas pêra ou maçã, e comê-lo num restaurante à colherada. Nem convirá comê-lo com os olhos, pois, a não ser em contra-luz, não é um fruto que se possa dizer bonito. "Dióspiro" é também o título de um dos mais exemplares e emblemáticos poemas de Daniel Maia-Pinto: DIÓSPIRO Depois do almoço quando arrastamos a cadeira um pouco para trás uma sonolência morna entrelaçada de luz entra pelas janelas ludibria as cortinas e difusa poisa no vinho. É nessa altura que dizemos: vou comer este dióspiro antes que apodreça.

Dióspiro

Poesia Reunida de 1977-2007

de Daniel Maia-Pinto Rodrigues

Propriedade Descrição
ISBN: 9789895522873
Editor: Quasi Edições
Data de Lançamento: julho de 2007
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 235 x 35 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 416
Tipo de produto: Livro
Coleção: Finita Melancolia
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789895522873
Daniel Maia-Pinto Rodrigues

Daniel Maia-Pinto Rodrigues nasceu no Porto a 7 de julho de 1960.
Desde 1983 até à atualidade escreveu um vasto conjunto de obras, entre as quais há a destacar a reedição em 2005 da obra, de 1994, O Valete do Sétimo Naipe, com prefácio de Mário Cláudio, O Diabo Tranquilo em colaboração com Isabel Rio Novo, em 2004, tal como a representação dos seus trabalhos em diversas antologias poéticas, como por exemplo Os Poemas da Minha Vida, por Marcelo Rebelo de Sousa.
Em 1993 a sua obra A Próxima Cor recebeu o 1º Prémio Nacional Foz-Côa-Cultural e Menção Honrosa / Novos Valores da Cultura, atribuída pelo Ministério da Educação e Cultura, segundo parecer do Júri constituído por Fiama Hasse Pais Brandão, Vasco Graça Moura e José Fernando Tavares (em representação do Clube Português de Artes e Ideias).
Daniel Maia-Pinto Rodrigues tem mantido uma colaboração assídua com diversas publicações periódicas generalistas e especializadas, onde foram publicados textos de sua autoria, como é o caso da Vértice, Sílex, A Coisa, Sempre, Aquilo, Trilateral (Porto-Barcelona-Santiago), Babel, Quebra-Noz, Brétema, Hífen, Escolma Poética (Espanha), Orfeu, Il Vento Salato (Itália), Poética (Uruguai), Cadernos do Tâmega, Sol XXI, Simbólica, Metro, Pinguim Poesia em Pó, Anima+l (Espanha), Fundição Veia Assanhada, Faces, Hei!, Revista 365, Inimigo Rumor, Tertúlia, Século XXI, Saudade, etc.
Recitou os seus poemas em diferentes salas de espetáculo e cultura entre os quais são de salientar o Teatro D. Maria II e a Fundação Ciência e Desenvolvimento / Teatro do Campo Alegre, tal como em inúmeras Bibliotecas e Feiras do Livro de diversos pontos do país.

(ver mais)
Estâncias Reunidas

Estâncias Reunidas

10%
Quasi Edições
3,00€ 10% CARTÃO
Antologia Poética

Antologia Poética

10%
Quasi Edições
16,96€ 10% CARTÃO
portes grátis
Malva 62

Malva 62

10%
Quasi Edições
3,00€ 10% CARTÃO
Turquesa

Turquesa

10%
INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
25,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Antologia Poética

Antologia Poética

10%
Quasi Edições
16,96€ 10% CARTÃO
portes grátis
Máquina de Lavar Corações

Máquina de Lavar Corações

10%
Texto Sentido
12,00€ 10% CARTÃO