10% de desconto

As Prisioneiras

Mães atrás das grades

de Isabel Nery

editor: Livros de Seda, julho de 2012
É a realidade de ser mãe, mulher e criança numa prisão. Este livro destaca-se não só pelos relatos e pelas histórias de todas aquelas que decidiram continuar a ser mães entre os muros mas também pelos depoimentos daqueles que inocentemente são obrigados a crescer sem liberdade. Retrato cru e emotivo de uma realidade ainda marcada pelo preconceito, além de ser um extraordinário testemunho de vida na prisão, é um apelo ao direito de recuperar a dignidade humana.

As Prisioneiras

Mães atrás das grades

de Isabel Nery

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727708864
Editor: Livros de Seda
Data de Lançamento: julho de 2012
Idioma: Português
Dimensões: 146 x 221 x 17 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 279
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Biografias
EAN: 9789727708864
e e e e e

Muito interessante

Tania Azevedo

Isabel Nerry escolheu um excelente tema para pesquisa e escrita, pois ate encontrar este livro nunca tinha ouvido falar em maes que eram presas gravidas ou com filhos pequenos, nem fazia a minima ideia de como as coisas se passavam numa prisao quando isso acontecia. Aconselho vivamente!

e e e e e

Excelente Livro

Paula Cristina Santos Pinto

Adorei o livro no seu todo, o tema, a forma como está escrito. faz-nos refletir sobre um tema muito pouco abordado, mas que é uma realidade!

Isabel Nery

Isabel Nery é jornalista, ensaísta e autora de várias obras de não-ficção, como a biografia Sophia de Mello Breyner (2019, 3ª edição), Chorei de Véspera – Ensaio sobre a Morte por Amor à Vida (2016), As Prisioneiras – Mães Atrás das Grades (2012) e Política e Jornais – Encontros Mediáticos (2004). Doutorada em Ciências da Comunicação, com tese sobre Jornalismo Literário e Neurociências, foi também vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas e é membro do comité executivo do projeto Literacia para os Media e Jornalismo. Dois dos seus livros foram adaptados para curtas-metragens pela realizadora Margarida Madeira (Os Prisioneiros, Cinema São Jorge, 2015 e Ensaio Sobre a Morte, Cinema Ideal, 2019). Também a reportagem Vida Interrompida (2011) conheceu um novo formato ao percorrer o país como exposição itinerante. Enquanto jornalista mantém colaboração com publicações internacionais, como o jornal holandês De Correspondent. Passou pela televisão, diários e semanários, tendo trabalhado quinze anos (até 2017) na revista VISÃO, onde escreveu para as secções de Sociedade, Internacional e Política. Fez parte da equipa que criou a VISÃO Júnior, revista de que foi editora. A curiosidade pelo outro levou-a a estudar na Alemanha ainda adolescente, e mais tarde em Espanha e nos EUA. A mesma curiosidade conduziu-a ao jornalismo, depois da licenciatura em Relações Internacionais e do mestrado em Comunicação, tendo sido coordenadora do núcleo de investigação em Jornalismo e Literatura no Clepul, centro de investigação da Faculdade de Letras de Lisboa. Enquanto investigadora, publica ensaios na área do Jornalismo e apresenta comunicações em várias instituições portuguesas e estrangeiras, entre elas a Universidade de Harvard e o King's College, Canadá. Foi distinguida com vários prémios, entre eles o Prémio Mulher Reportagem Maria Lamas, o Prémio Jornalismo pela Tolerância, o Prémio Paridade Mulheres e Homens na Comunicação Social, e o Prémio Jornalismo e Integração, da UNESCO.

(ver mais)
Cerco ao Parlamento

Cerco ao Parlamento

10%
Dom Quixote
14,31€ 15,90€
Os 5 Homens que Mudaram Portugal para Sempre

Os 5 Homens que Mudaram Portugal para Sempre

10%
Dom Quixote
19,71€ 21,90€
portes grátis
José Lima - Um grito de Revolta

José Lima - Um grito de Revolta

10%
Livros de Seda
12,85€ 10% CARTÃO
Uma Mulher Invulgar

Uma Mulher Invulgar

10%
Casa das Letras
18,50€ 10% CARTÃO
portes grátis