Antologia Poética, António Pedro

de António Pedro

editor: Angelus Novus, abril de 1999
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Seguindo a cronologia da obra de António Pedro, esta Antologia Poética apresenta uma selecção de textos que se inicia com Distância (1928), seu primeiro livro, e termina com um poema publicado em 1964, no Diário de Notícias.
Pretende-se aqui dar conta do percurso da sua obra lírica e do rumo que nela tomou o legado da modernidade poética, entre o lirismo juvenil, o experimentalismo dos poemas dimensionistas e o surrealismo do «Proto-Poema da Serra d'Arga».

«Para além de todas estas actividades em que foi dispersando o seu talento e o seu entusiasmo, António Pedro também praticou a poesia, embora os textos se mantivessem até agora virtualmente inacessíveis. Daí a utilidade desta antologia elaborada por Fernando Matos Oliveira, que numa longa "Introdução" estuda e questiona com minúcia o papel desempenhado por António Pedro nos movimentos a que esteve ligado, desde isso a que se chamou "dimensionismo" até ao próprio surrealismo português, de que foi uma das figuras fundadoras. Em anexo temos igualmente acesso ao "Manifesto Dimensionista" e ao "Manifeste Pianiste" (ambos de 1935), tomadas de posição esteticamente revolucionárias que propunham, por exemplo, "a criação duma arte absolutamente nova: a Arte Cósmica" (pág. 99), numa perspectiva construtivista que implicava uma nova concepção do tempo e do espaço.»
Fernando Pinto do Amaral, in Público/Leituras

Antologia Poética, António Pedro

de António Pedro

Propriedade Descrição
ISBN: 9789728115326
Editor: Angelus Novus
Data de Lançamento: abril de 1999
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 233 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 112
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789728115326
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Ao encontro de António Pedro

José Manuel Oliveira

Tendo em conta a ausência de edições sobre a vida é obra de António Pedro esta edição denominada Antologia Poética é uma obra essencial pela sua qualidade e riqueza de informação para um melhor conhecimento de AP.

e e e e e

Poeta esquecido

JT

António Pedro é, hoje, um poeta (quase) esquecido. Pela primeira vez, esta antologia disponibiliza alguns dos mais belos poemas de António Pedro ao leitor contemporâneo! A ler enquanto se espera a edição da poesia completa…

António Pedro

Poeta, dramaturgo e artista plástico português (1909-1966) nascido em Cabo Verde, António Pedro da Costa pertenceu ao Grupo Surrealista de Londres em 1944-1945, altura em que trabalhou na BBC. Em 1947 integrou o Grupo Surrealista de Lisboa. Os seus primeiros livros de poesia intitulam-se Os Meus 7 Pecados Capitais (1926) e Máquina de Vidro (1931). Em 1935 surgem os 15 Poèmes au Hasard. É ainda autor da ficção Apenas uma Narrativa (1942), obra que marca os alvores do Surrealismo português.

(ver mais)
Apenas uma Narrativa

Apenas uma Narrativa

10%
Quasi Edições
3,00€ 10% CARTÃO
Teatro

Teatro

10%
Biblioteca Nacional
3,97€ 10% CARTÃO