10% de desconto

Análise de Conteúdo

(Reimpressão da Edição revista e actualizada de 2009)

de Laurence Bardin

editor: Edições 70, junho de 2013
O que é a análise de conteúdo actualmente? Um conjunto de instrumentos metodológicos cada vez mais subtis em constante aperfeiçoamento, que se aplicam a «discursos» (conteúdos e continentes) extremamente diversificados. O factor comum destas técnicas múltiplas e multiplicadas — desde o cálculo de frequências que fornece dados cifrados, até à extracção de estruturas traduzíveis em modelos - é uma hermenêutica controlada, baseada na dedução: a inferência. Enquanto esforço de interpretação, a análise de conteúdo oscila entre os dois pólos do rigor da objectividade e da fecundidade da subjectividade. Absolve e cauciona o investigador por esta atracção pelo escondido, o latente, o não-aparente, o potencial de inédito (do não dito), retido por qualquer mensagem. Tarefa paciente de «desocultação», responde a esta atitude de voyeur de que o analista não ousa confessar-se e justifica a sua preocupação, honesta, de rigor científico. Analisar mensagens por esta dupla leitura, onde uma segunda leitura se substitui à leitura «normal» do leigo, é ser agente duplo, detective, espião... Dai a investir-se o instrumento técnico enquanto tal e a adorá-lo como um ídolo capaz de todas as magias, fazer-se dele o pretexto ou o álibi que caucione vãos procedimentos, a transformá-lo em gadget inexpugnável do seu pedestal, vai um passo... que é preferível não transpor. O maior interesse deste instrumento polimorfo e polifuncional que é a análise de conteúdo reside - para além das suas funções heurísticas e verificativas — no constrangimento por ela imposto de alongar o tempo de latência entre as intuições ou hipóteses de partida e as interpretações definitivas. Ao desempenharem o papel de «técnicas de ruptura» face à intuição aleatória e fácil, os processos de análise de conteúdo obrigam à observação de um intervalo de tempo entre o estímulo-mensagem e a reacção interpretativa. Se este intervalo de tempo é rico e fértil, então há que recorrer à análise de conteúdo...

Este livro pretende ser um manual, um guia, um prontuário. Tem por objectivo explicar o mais simplesmente possível o que é actualmente a análise de conteúdo e a utilidade que pode ter nas ciências humanas. Para desempenhar melhor esta tarefa foram tomadas algumas opções.
- Descrever a evolução da análise de conteúdo, delimitar o seu campo e diferenciá-la de outras práticas (primeira parte: história e teoria).
- Pôr o leitor imediatamente em contacto com exemplos simples e concretos de análise, decompondo pacientemente o mecanismo dos processos (segunda parte: práticas).
- Descrever a textura, ou seja cada operação de base, do método, fazendo referência à técnica fundamental, a análise de categorias (terceira parte: métodos).
- Apresentar, indicando os seus princípios de funcionamento, outras técnicas diferentes nos seus processos mas que respondem à função da análise de conteúdo (quarta parte: técnicas).
No conjunto tentou-se conseguir um equilíbrio entre a diversidade (referência a trabalhos americanos frequentemente mal conhecidos em França; indicação das possibilidades de tratamento informático; menção de aplicações a materiais não linguísticos) e a unidade (no início dos últimos vinte e cinco anos do século XX era necessário desembaraçar a análise de conteúdo dos diversos olhares sobre «o que fala» e marcar a sua especificidade).

Análise de Conteúdo

(Reimpressão da Edição revista e actualizada de 2009)

de Laurence Bardin

Propriedade Descrição
ISBN: 9789724415062
Editor: Edições 70
Data de Lançamento: junho de 2013
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 237 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 288
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Linguística e Filologia
EAN: 9789724415062
e e e e E

Ferramentaria fundamental

alexandre dale

Embora a análise de conteúdo não seja a única ferramenta para, por exemplo, escrever uma dissertação ou tese académicas (a razão pela qual adquiri este livro), esta não deixa de ser uma das mais relevantes ao dispor do investigador, dado o seu pendor para a sistematização objectiva e factual. Este livro ajuda-nos a desenvolver essa metodologia - e com uma vantagem acrescida: dá-nos, em paralelo, a percepção de que o universo dos conteúdos é mais lato e analisável que aquele, restrito e sui generis, que referi. Um must have, com certeza.

e e e e E

Extraordinário Livro

Telma Anico

Este é um livro essencial para quem elabora uma dissertação de Mestrado com a análise de conteúdo como método de tratamento de dados. Um ótimo auxiliar para a compreensão e realização da mesma análise de conteúdo.

e e e e e

Excelente livro!

Luís Oliveira

Recomendo para quem está a trabalhar com metodologia qualitativa. 5*

e e e e E

Importante para análise de conteúdo

Olga Lopes

Para quem pretende fazer ou entender melhor a metodologia da análise de conteúdo, este é um livro a ter/ler.

e e e e E

Livro imprescindível para quem tem de fazer análise de conteúdo

Pedro Duarte

O livro de Laurence Bardin, apresenta de um forma simples, objetiva e pedagógica (apresenta exemplos) o processo a ser seguido pelos investigadores no domínio da análise de conteúdo

e e e e e

otimo e grande ajuda

SC

Muito útil e uma grande ajuda para quem está a elaborar estudos científicos como eu!

e e e e e

Comentário

Leandro Batista

É um ótimo livro para quem pretende aprender análise de conteúdo.

e e e e E

Análise do livro

Esmeralda Cristina Nunes Pires

É um livro muito interessante e tens conteúdos atualizados. Adquiri o livro para a realização de um estudo científico.