Adornos

de Ana Marques Gastão

Livro eBook
editor: Dom Quixote
Partindo da temática dos cinco sentidos, Adornos, de Ana Marques Gastão, consiste numa reflexão sobre as faculdades da alma na sua dimensão física e etérea, tendo em conta as questões do desejo e da interdição, do tempo e da liberdade, do amor e da morte, da memória e do esquecimento. O livro integra cinco capítulos com doze poemas cada um: «Antevisão», «Rapto», «Ondulações», «Inflorescências» e «Confeitos».

« […] para a autora de Adornos a poesia, podendo teorizar-se, é acima de tudo vivência íntima, iniciação na palavra, pacto com o real. É sob a figura da alegoria (num falar com o outro, à letra), que Ana Marques Gastão escreve este desafiante livro de poemas. […] A poesia surge como “arte de jardinar”, alquimia e procura do sentido do ser, como se pela palavra poética se mergulhasse naquele “Transforma-se o amador na cousa amada”, transmutação do metal (da matéria, a vida quotidiana, os sentidos) em ouro (a matéria-prima, a elevação até às estrelas de que fala Dante). […] Adornos, na sua estruturação simbólica, nos versos e ritmos, tons e modulações que propõe é, sem dúvida, o grande livro da autora de Terra sem Mãe. »
António Carlos Cortez, JL

Adornos

de Ana Marques Gastão

ISBN: 9789722046992
Editor: Dom Quixote
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 209 x 6 mm
Páginas: 88
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789722046992
Ana Marques Gastão

Ana Marques Gastão (n. 1962), poeta, crítica literária, foi crítica de artes plásticas e crítica de dança. Ensaísta, exerce as funções de adjunta de direcção na revista Colóquio/Letras da Fundação Gulbenkian. Advogada, licenciada em Direito pela Universidade Católica Portuguesa, exerceu as funções de jornalista cultural durante mais de vinte anos. Colabora como cronista nas revistas Paralelo, da FLAD, e Artes & Leilões (SOL). Escreveu Tempo de Morrer, Tempo para Viver (1998), Terra sem Mãe (2000), Três Vezes Deus, em coautoria com António Rego Chaves e Armando Silva Carvalho (2001), Nocturnos (2002), Nós/Nudos: 25 poemas sobre imagens de Paula Rego (versão bilingue português/castelhano), galardoado com o Prémio Pen Clube 2004, e Lápis Mínimo (2008). Nós/Nudos foi publicado em França. Editou no Brasil a antologia A Definição da Noite (2003).

(ver mais)
Assírio & Alvim
11,00€ 10% CARTÃO
Pré-lançamento
Assírio & Alvim
10,98€ 12,20€
Quetzal Editores
5,00€ 10% CARTÃO
Glaciar
12,95€ 10% CARTÃO